sexta-feira, 12 de junho de 2015

552 - Uma tarde no parque

Meu muito amado filho Estêvão

"Era uma vez um rapazinho que queria conhecer Deus. Sabia que era uma grande viagem até onde Deus vivia, por isso fez a mala com Twinkies e seis pacotes de refresco e iniciou a viagem.
Depois de ter andado cerca de três quarteirões, encontrou uma velhinha. Estava sentada no parque a olhar para uns pombos. O rapaz sentou-se ap lado dela e abriu a mala. Ia beber um resfresco quando reparou que a velhinha parecia ter fome e por isso ofereceu-lhe um Twinkie. Ela sorriu agradecida e aceitou. O seu sorriso era tão bonito que o rapaz quis vê-lo outra vez, por isso ofereceu-lhe o refresco. Ela sorriu-lhe novamente. O rapaz ficou encantado!
Ficaram ali sentados durante toda a tarde a comer e a sorrir, mas sem dizerem uma palavra.
Quando começou a escurecer, o rapaz apercebeu-se de como estava cansado e levantou-se para se ir embora. Virou-se, foi ao pé da velhinha e deu-lhe um abraço. Recebeu o maior dos sorrisos.
Quando o rapaz abriu a porta de casa, pouco tempo depois, a mãe ficou espantada ao ver a alegria no seu rosto.
Perguntou-lhe:
- O que é que fizeste hoje que estás com um ar tão feliz?
Ele respondeu:
- Almocei com Deus. E sabes uma coisa? Ela tem o mais lindo sorriso que já vi!
Entretanto a velhinha, também radiante, voltou para sua casa.
O filho ficou espantado com o ar de paz que ela irradiava e perguntou:
- Mãe, o que é que fez hoje que a deixou tão feliz?
Ela respondeu:
- Comi Twinkies, no parque com Deus. Sabes, ele é muito mais jovem do que eu julgava."

By: Julie A. Manhan


Amo-te infinitamente

Tua mãe

Nenhum comentário:

Postar um comentário