Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2013

135 - Educar um filho

Meu muito amado filho

Dar conselhos sobre educação de bebes é o que os recém-papas mais recebem quando o bebe nasce e vais ver que pode ser muito muito confuso.

Tu ainda és o meu bebe (alias serás sempre) mas deixo-te aqui alguns conselhos para quando tu fores o papa.

Nunca (nunca mesmo) se deve andar nu ao pé de uma criança. Não é esconder ou ser tabu é para que ele/ela se habitue a que a nudez não é "normal" deve ser reservada.
Nunca se toma banho com um bebe. Alias nunca nenhum adulto deve tomar banho com um bebe... pela mesma razão anterior. O banho do bebe é o banho do bebe o do adulto é o do adulto e ponto.
Quando te falarem do método de Estivill e que os bebes tem é que chorar muito e adormecer sozinhos... manda todos passearem. Nenhum bebe deve chorar sozinho se não não tinha pais. Não é natural um bebe chorar sem parar horas e os pais nada fazerem. Prejudica gravemente alguns pontos do desenvolvimento e do carácter das crianças. Como diz a tua pediatra: é em bebe qu…

134 - Acompanhar uma pessoa doente

Meu muito amado filho Se algum dia a pessoa que está ao teu lado te disser que esta doente, mas doente a sério. Se te dizer por exemplo que tem cancro, ou Alzheimer por exemplo. Vais ficar muito assustado, vai-te apetecer culpar a pessoa que está a tua frente exatamente por causa desse teu medo. Tem calma. Pensa comigo, estar doente é em si só muito desagradável. Ninguém gosta de estar doente. Imagina estar doente e não controlares o teu corpo, o curso da doença. Imagina que a pessoa que está à tua frente tinha como tu, planos para o resto da vida, queria ler livros, ver vários pôr-do-sol, queria rir e chorar, viajar, queria fazer-te feliz e tem (ou poderá ter) uma vida mais curta e de menor qualidade do que o que esperava. Imagina como é assustador ter dentro de si uma doença que te mata se não for debelada. Vai ser assustador dar-te a notícia, vai ser assustador pensar em tudo o que vai perder, vai ser assustador pensar em quem cá fica. Normalmente esse sentimento (e muita medicação) l…

133 - Arroz doce

Meu muito amado filho
Arroz doce é opimo e é sempre uma receita boa para fazeres para ti e para quem tu gostes.



ingredientes: 250g de arroz Sal q.b. 350g de açúcar 1litro de leite Casca de 1 limão 2 saquetas de pudim mandarim Canela q.b.
preparação: 1.Coza o arroz em bastante água temperada com sal. 2.Aqueça o litro de leite com a casca e o açúcar e mexa. Retire um pouco deste leite e reserve. 3.Escorra o arroz e junte ao leite e deixe ferver uns 5/10 minutos 3.Adicione ao leite reservado as duas saquetas de pudim mandarim e triture com a varinha mágica e junte ao arroz. 4.Mexa bem e apague o lume quando o arroz doce estiver a ficar muito preso. 5.Disponha em tacinhas ou numa taça rasa e no fim de arrefecer coloque canela a gosto.