Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2013

188 - Fazer negócios, Deus, calma e filhos

Meu muito amado filho Estêvão

Não faças negócio com alguém que já tenha metido alguém em tribunal.

De vez em quando (ou menos de vez em quando) deixa o teu espírito de aventura triunfar sobre o teu bom senso.

Pelo menos uma vez na tua vida dorme ao relento numa rede.

Pelo menos uma vez na tua vida faz uma fogueira na praia à noite.

Pelo menos uma vez na tua vida come alguma coisa que pensavas que ninguém comeria como formigas, cobra, lagarto, rabo de porco.

Marca os livros que lés com a fotografia preferida de alguém de quem gostes muito.

Nunca percas: a calma, a cabeça, as chaves do carro e o amor da tua vida.

Confia em Deus para tudo, mas fecha o carro à chave, não deixes no carro coisas à mostra.

Surpreende um velho amigo com um telefonema.

Participa sempre sempre sempre nas actividades da escola dos teus filhos seja as reuniões de pais, seja teatro, seja jogos de futebol seja pintura, participa sempre.

Defende sempre a tua mulher. Sê o seu melhor amigo e o seu maior admirador. Inc…

187- Vestir, elogiar e desenhos animados

Meu muito amado filho Estêvão

Nunca jamais deixes crescer ervas daninhas à volta dos teus sonhos.

Quando souberes que uma pessoa teve muito trabalho para se vestir bem, diz-lhe que está sensacional (agora fazes isso mesmo dizes-me: "mama paeces uma pincesa!").

É muito importante que exista em tua casa um ambiente acolhedor. faz os possíveis para que o teu lar seja tranquilo e harmonioso.

Quando mandares uma criança fazer qualquer coisa, não perguntes, "está bem?" ou "está certo?", mas antes "percebeste?".

Lembra-te de que quase tudo tem melhor aspecto depois de uma noite bem dormida.

Tem sempre pronto um conjunto de barbear e de lavar os dentes para quando viajares.

Lembra-te de que a forma como dizes (ou não dizes) as coisas é tão importante como aquilo que dizes. Sê claro. Mas fala.

Vê desenhos animados de vez em quando.

Lê nas entrelinhas da vida, das conversas, do pensamento. Guarda essa informação para ti.

Quando vires turistas a tirarem fo…

186 - Mãe, Avó, Tia, Tio e mais e mais e mais

Meu muito amado filho Estêvão hoje vou-te falar de família A tua família de sangue portuguesa e a tua família de coração portuguesa. E esta é a tua família de sangue portuguesa e a tua família de coração portuguesa hoje que tens 2 anos…. A tua família de coração vai crescer com toda a certeza. Tens também a tua família brasileira, que é muito importante também, e que já te falei muitas vezes e sempre te falarei, mas hoje não é deles que te vou falar, hoje é da tua família portuguesa. Nestes dois anos que passaram até hoje a tua família de sangue portuguesa é pequena… somos poucos mas bons. Tens me a mim tua mãe. Já te tenho falado de mim e eu sou péssima a falar sobre mim e sobre quem sou, o que faço, de onde vim e para onde venho…. Acho que hoje não vou adiantar nada a mim porque já falei de mim antes… mas repito de mim poderás sempre pedir à tua avó que fale, à tia tia IA, ao teu tio-avó JA, à tua tia-madrinha CS, à tua tia AA e ao CM cada um à sua maneira sabe de mim coisas que talvez …

185 - Carros, rolo de papel higiénico e trabalho

Meu muito amado filho Estêvão.
Quando vires um carro indevidamente estacionado numa zona reservada a deficientes, põe-lhe um papel no pára-brisas a dizer: "a sua matrícula foi comunicada à polícia".
Compra uma gravata nova para o teu casamento e usa-a só dessa vez mas guarda-a para sempre.
Se te perderes admite-o e pede a alguém que te ensine o caminho.
Nunca compres só um rolo de papel higiénico, um rolo para a máquina fotográfica ou um pacote de manteiga. Compra dois.
Faz um bom (excelente) trabalho porque queres, e não porque tem de ser. Assim és tu que mandas em vez do teu patrão.
Lembra-te de que o caminho mais rápido para chegares a qualquer lado é escolher um bom companheiro de viagem. Isto aplica-se à melhor viagem de todas a vida.
Jamais escrevas uma carta de amor à maquina. Escreve-a sempre a punho. Mas podes escrever emails de amor, post-its de amor.
Nunca compres uma cadeira ou um sofá sem antes te sentares neles alguns minutos.
Não sejas susceptível. Aceita as c…

184 - Mulheres casadas e namoradas de amigos

Meu muito amado filho Estêvão

A vida dá muitas voltas e evolui para o futuro de uma maneira que nem eu nem tu conseguimos prever, mas há coisas que na minha opinião não mudam. Aqui vai uma de tantas.
Nunca te envolvas com uma mulher casada ou comprometida. Nunca. Nao devemos fazer aos outros o que não gostamos que nos façam a nos. Nao gostavas com toda a certeza da tua companheira andasse com outra pessoa... Então começa tu com essa atitude. Nao faças ao marido de alguém aquilo que não gostavas que te fizessem a ti. Faz isso por ti. É karma que ninguém deve ter. Repete comigo "mulher casada é fora do alcançe" e nada justifica. Nada.
Na mesma categoria esta a ex-namorada ... Quando soubesse que tem outro relacionamento evita contacto, dá espaço, não te aproximes, afasta te, não a contactes mesmo que de amizade se trate .... Afasta te, mostra a tua maturidade ao saíres do espaço e não cries confusão na tua vida.
Seguir o teu caminho em amor e paz e a maior prova de maturidade …

183 - Filhos, mulheres e dinheiro

Meu muito amado filho Estêvão

Num confronto verbal baixa a voz tanto quanto a outra pessoa levantar a dela.

Deixa sempre sempre sempre os teus filhos verem-te a fazer coisas pela mãe deles que lhes mostres o quando a amas e estimas. Não tenhas vergonhas de beijos lambidos, de abraços apertados, de festas, de danças sem razão de sorrisos e de mãos dadas.

Tira fotografias a todos os carros e animais de estimação que tiveres. Mais tarde na tua vida, essas fotografias despertarão em ti recordações maravilhosas.

Nunca transportes crianças na parte aberta de uma carrinha.

Quando te convidarem para jantar num restaurante, nunca escolhas um prato mais caro do que o escolhido pela pessoa que te convidou. Nunca.

Quando alguém te propuser pagar agora ou mais tarde, diz que queres agora. Quando receberes uma conta para pagar com período de pagamento, paga-a assim que receberes.

Nunca saias da casa de banho e deixes cabelos no ralo da banheira. Nunca.

Quando andares por estrada secundárias, pára s…

182 - Informações, sócios e ler

Meu muito amado filho Estêvão

Recusa liminarmente dar informações pessoais e financeiras a menos que o consideres absolutamente essencial.

Jamais compres alguma coisa a alguém que te bata à porta e diga: "como estava aqui na zona, lembrei-me de bater".

Escolhe um parceiro para os negócios da mesma maneira como escolhes um parceiro par o ténis: alguém que seja forte nos pontos em que tu és fraco.

Faz duplicados de todas as chaves importantes.

Telefona para um lar ou casa de repouso e pede uma lista dos residentes que raramente recebem visitas ou correspondência. Manda-lhes uma cartão de vez em quando e assina-o assim: "de alguém que o considera uma pessoa muito especial".

Lê muito durante as férias, mas nada que tenha a ver com o teu trabalho.

Quando fores fazer uma sandwich lembra-te de antes teres tirado a manteiga do frigorífico.

Quando tomares uma decisão lembra-te que as decisões correctas nem sempre são populares e as decisões populares nem sempre são as corre…

181 - Beijos, careca, gordo, pilhas e cães a ladrar

Meu muito amado filho Estêvão

Não confies numa mulher que não feche os olhos quando a beijares nem que quando te apresente aos amigos apenas diga "este é o meu amigo".

Nunca digas a um homem que está a ficar careca ou a uma mulher que está a fica gorda. Eles sabem.

Aprende a servir-te de agulha e linha, dum ferro de engomar e duma máquina de café expresso. Aprende a converter escalas de medica internacional e quando viajares conhece bem a taxa de cambio dos países.

Lembra-te de que o "preço de venda recomendado" raramente o é.

Nunca a ninguém e em circunstância alguma digas "o meu filho nunca faria isso" ou jamais jures pela saúde dos teus filhos.

Vai uma vez por ano a um sítio onde nunca foste e cria um caderno onde anotes esses sítios que visitas e anota o que viste e como te sentiste.

Substitui as pilhas dos detectores de incêndio de tua casa sempre no dia 1 de Janeiro de cada ano.

Lembra-te de que a ignorância sai sempre sempre cara. Aprende a aprende…

180 - Campismo, pic-nics e amigos

Meu muito amado filho Estêvão

Nunca contrates ninguém para trabalhar contigo que não gostasses de convidar para jantar.

Faz sempre (sempre) o teu trabalho melhor do que qualquer outra pessoa poderia fazê-lo. É a melhor garantia de segurança no emprego que eu conheço.

Lembra-te sempre que "quer é poder".

Quando fores acampar, pic-nicar ou apenas passear pelo campo ou praia nunca deixes nenhum sinal de que passaste por ali.

Veste-te sempre respeitosamente quando fores à igreja, a uma entrevista de trabalho e jantar com alguém que seja de cerimónia.

Nunca faças perguntas a um contabilista, a um advogado ou a um médico durante uma reunião social.

Quando alguém te prestar um excelente serviço, escreve uma pequena nota ao patrão dessa pessoa a dar essa informação mesmo. Sempre e nunca te esqueças de agradecer.

Se souberes que um grande amigo teu está doente ou em grandes dificuldades, nunca lhe fales disse. Deixa que seja ele a tomar a iniciativa de te contar.

Se algum dia emprest…

179 - Finanças e a realidade

Meu muito amado filho Estêvão
Sê toda a tua vida em relação à tua vida pessoal e profissional impiedosamente realista com as tuas finanças.
Sabe sempre a todo o momento quanto dinheiro tens que seja teu e quanto tens de divida.
Sempre
E aprende a jamais contar com o incerto.
Não faças dividas que não consigas suportar e não arrastes contigo a tua família e os teus amigos e faz com que eles façam o mesmo contigo.
Controla tudo com um rigor forte para puderes saber onde andas


Amo-te como o sol de verão



Tua mãe