Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março, 2013

139 - Dia do pai

Meu muito amado filho
Hoje é dia do pai.
Não gosto disto dos dias disto ou daquilo ... mas hoje é mesmo o dia do pai.
O meu pai gostava deste dia. Gostava de receber prendas neste dia. O meu pai era (é) o teu Avô Francisco.
O Avô Francisco era escorpião, tinha olhos verde água e o cabelo todo branco. Tinha um tique de morder a unha do dedo esquerdo. Era engenheiro agrônomo e toda a vida trabalhou no ministério da agricultura. Foi soldado na guerra do ultra-mar e combateu em moçambique. Era uma pessoa que era tida como simpática pelos colegas de trabalho, eu tinha-o como pessoa muito exigente para mim.
Hoje (hoje mesmo, mais do que em qualquer outro dia desde que faleceu em 2010) lembro-o como uma pessoa que me deu muitas ferramentas sem as quais hoje não viveria.
Durante anos a nossa relação foi muito mais ácida que doce muito mais longe que perto e nem imaginas como hoje lamento isso.
Sabes meu filho, durante anos (e hoje ainda um bocadinho) há muitas coisas, muitas atitudes que eu n…

138 - A difícil arte de educar

Meu muito amado filho Hoje cai na conta que um dia vais crescer e vais-me julgar. É natural eu fiz o mesmo com os meus pais. Todos nós passamos por uma fase no nosso desenvolvimento em que achamos que os nossos pais só fazem asneiras e que deviam ter feito assim ou assado e que tu querias era de outra maneira que são uns idiotas que só te querem prejudicar. Vamos fixar um ponto agora e para sempre. Os teus pais e a tua família de sangue e aquela outra família que o teu coração escolheu só te amam. Nunca mas nunca nunca nunca nunca na tua vida vais conhecer alguém que te ame mais que a tua família. Nunca jamais tenhas duvida disto. Eu como tua mãe digo-te que se precisares de ar eu dava-to todo. Mas todo todo. Como tua mãe não quero ser tua amiga não quero mesmo. Amigos fundamentais mas são outra coisa. Eu sou tua mãe não serei jamais tua amiga. Quero que haja momentos na tua vida em que só te apeteça dizer-me “odeio-te” (e talvez vá haver um outro em que até mo digas efectivamente) …

137 - Todas as mulheres da tua vida....

Meu muito amado filho

Hoje é dia Internacional da Mulher um dia muito importante.
Todos os dias tens (mas tens mesmo) que tratar todas as mulheres da tua vida como rainhas.
A tua esposa, a tua mãe, as tuas avós e bizavós, as tuas tias quer estejam perto quer estejam longe, as tuas primas, as tuas professoras, as tuas colegas de trabalho de escola, as tuas vizinhas, a senhora que vende fruta, a senhora que limpa a escada, a senhora que te trata da saúde enfim todas as mulheres da tua vida.
Todas sem excepção são rainhas e princesas e todas sem excepção merecem o céu, a lua, as estrelas e todo o carinho e respeito do mundo.
As mulheres são guerreiras valentes e criaturas maravilhosas luminosas que só merecem a vida.
Nunca desrespeites uma mulher.

"Mais do que ser brisa. E ondular searas e flores. Mais do que ser sol. E inebriar o mundo de mil cores. Acima do que já houve. Do de que há e ainda houver. Está a benção insuperável, extasiante e inigualável de ser tão somente MULHER!"…

136 - Pede perdão

Meu muito amado filho

Quando tu e a tua mulher se desentenderem pede desculpa, independentemente de teres razão. Diz-lhe: "Desculpa se te enervei. Perdoas-me?".
Trata-se de uma expressão mágica que cura tudo.

Amo-te demais



Tua mãe