Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2014

355 - Colo e trabalho

Meu muito amado filho Estêvão

Digam o que disserem... não percas uma oportunidade de pegar ao colo os teus filhos e de os mimares infinitamente, pegar ao colo outras crianças e bebes e tambem... todos os animais de estimação que possas... colo, festas, brincadeira... é mágico!


Sabes uma coisa que eu acho maravilhoso.... quando tu queres visitar o meu trabalho, quando tu me perguntas o que é que eu faço, qual é o meu trabalho.
Há empresas pelo mundo que têm o chamado "dia das profissões" em que os pais levam os filhos para o trabalho e durante um dia os filhos acompanham a rotina de trabalho dos pais.
Já te disse aqui outras vezes... o trabalho não é quem tu és, nem pensar, o trabalho não te define mas é obviamente parte de ti.... não tenhas vergonha do trabalho que fazes... à pergunta "qual é o teu trabalho?", "qual é a tua profissão?" responde com verdade e com clareza... seja ela qual for... sou médico, sou taxista, sou professor, sou padeiro, sou camio…

354 - Hoje tantas coisas ....

Meu muito amado filho Estêvão

Hoje tanta coisa que te quero dizer

Lembra-te de que um futuro com sucesso começa agora. Não adies as coisas. Faz. Coragem, vontade.

Não minimizes as preocupações e os medos dos teus filhos.

Aproveita ao máximo conferencias, exposições, eventos, cursos, concertos de entrada livre.

Nunca desistas de um sonho por causa do tempo que leva a realiza-lo. O tempo passa, de qualquer forma.

Sabes a Bíblia? Conhece-a. Mas entende a mensagem que é grande, enorme, imensa. Lei-a várias vezes ao longo da tua vida.

Sobre erras que todos erram.... encontrei este pensamento que aqui te deixo...
"Errar é humano". Esta verdade serviu e serve tantas vezes de desculpa. Sim, os humanos erram, é compreensível. Mas quando erram, desumanizam-se. Errar - por desleixo, por culpa, por desrespeito - é desumano. E se digo para mim que "errar é humano", também o devo dizer para os erros dos outros...

Vasco P. Magalhães, sj
NÃO HÁ SOLUÇÕES, HÁ CAMINHOS 365 vezes por ano n…

353 - Ténis, golfe, pé, a nossa palavra e almoços

Meu muito amado filho Estêvão

De vez em quando joga ténis, golfe ou xadrez com alguém que seja muito melhor jogador que tu.

Limpa o pó primeiro e aspira depois.

Ao viajares de carro com alguém oferece-te para pagar as portagens e os estacionamento.

Se te comprometeres com alguém de fazer alguma coisa faz mesmo. Cumpre a palavra dada. E se por alguma razão não conseguires explica-te. "Logo escrevo-te". Então escreve. "Amanha passo ai". Então passa. "Na 2ª feira pago-te". Então paga. "Amanha as 8 horas entrego". Então entrega.

Quando fores convidado para almocar ou jantar num restaurante oferece-te para deixar a gorjeta.

Visita de vez em quando um jardim zoologico.

Amo-te infinitamente

Tua mãe

352 - Atravessar ruas e ser feliz

Meu muito amado filho Estêvão

Quando atravessares a rua, segura o teu filho pela mão.

Tenta diariamente fazer algo que mantenha a tua boa saúde.

Quando viajares sempre que possas pará de vez em quando nos cafés e restaurantes locais.

Não negues a ninguém a oportunidade de fazer algo simático por ti.

Conselho de mulher (ahahahaha) ... não digas a uma mulher que gostavas mais do cabelo dela antes de o cortar.





A vida sempre se resolve!!

Amo-te infinitamente

Tua mãe

351 - Porque há dias em que nem as palavras conseguem sair

Meu muito amado filho Estêvão

Há dias em que eu aprendi que é melhor estar calada... simplesmente calada.... porque há dias tão cinzentos que as palavras saem todas erradas e ninguém entende nada e depois complica tudo.
Hoje vou ficar calada e vou deixar-te com algumas coisas que encontrei por ai e que me apatece hoje partilhar.



É as vezes as pessoas não mudam nada ... a mascará é que cai e perde-se o encanto e perde-se a confiança. Mas deixa .... não te afastes do teu caminho. Tudo são lições.


Ama-te. Ama-te muito. Ama-te perdidamente. Ama-te.


Deixa a vida seguir. Deixa a vida acontecer.


Vê este filme .... vê o que pode acontecer quando não atentas ao que tens ao teu lado e não tratas como deves quem tens contigo. Ás vezes é tarde demais!


Desculpa mas hoje não tenho muitas palavras


Amo-te demais


Tua mãe

350 - A Liberdade

Meu muito amado filho Estêvão

Hoje em Portugal é feriado. E espero mesmo que seja sempre. E espero que nunca ninguem se esqueça deste feriado.
Hoje é 25 de Abril. E faz 40 anos que Portugal podia ter visto a morte sair à rua na revolução dos cravos... mas não foi assim... e quem saiu à rua foi a vida e a liberdade.
Não te vou aqui falar hoje das razões para a revolução de Abril, nem como Portugal mudou em 40 anos, nem em como nem tudo é liberdade, nem todas as conquistas de abril foram efectivas, como nem tudo o que veio depois desse dia foi bom. Ponto.

Sabes que sempre me comove pensar nesta revolução há 40 anos. Sempre. 
Em especial ao ver imagens desse dia, das pessoas desse dia, com roupas diferentes das de hoje, com bigodes e cortes de cabelo da altura, sem saberem se iam ver o sol nascer no dia seguinte, sem saberem se ia ter sucesso o que afinal teve. Admiro muitissimo o Capitão Salgueiro Maia, tinha 29 anos na altura e pegou em carros armados da 2ª Guerra Militar e em soldados com …

349 - Procurar Deus entre os vivos

Meu muito amado filho Estêvão

Por aqui continuamos em tempo de Pascoa... e hoje queria partilhar contigo Lucas 24, "...porque buscais entre os mortes quem vive".
Para mim este versículo não é só acerca da ressureição de Cristo.
Para mim é sobre a vida.
Para mim Deus não é só (alias seria tão pouco) rezar (no sentido de adorar).
Para mim Deus não são só os preceitos.... aqueles que Lucas fala que acabaram.
Amar a Deus é seguir a Deus é rezar sim, é agradecer sim mas é muito mais que isso tudo. É buscar a Deus na vida, entre os vivos, na obra, na vida de trabalho, na vida do dia a dia. É sair das igrejas, dos rituais e trazer Deus na obra.
Trazer Deus e ser Deus com os outros. Não é ser "bonzinho", e usar o nome Dele a proposito de olá e a proposito de Adeus, não é usar o nome de Deus em bençãos como se fossem coisas. Busca-lo entre os vivos é ser Deus 24 horas por dia.... é ser exemplo pelas ações e não pelas palavras de Deus para os outros. É ser Deus no trabalho, …

348 - Não desistir, viver o presente e deixar fluir

Meu muito amado filho Estêvão
Tenta substituir "não consigo", "vou desistir" por... "vou tentar outra vez"! 
Há um texto do Papa João XXIII que se chama "Decálogo da serenidade" e que gosto muito de ler e que aqui te deixo
"Hoje, só por hoje, procurarei viver o presente, sem querer resolver os problemas da minha vida de uma só vez.  Hoje, só por hoje, vestirei com sobriedade, não levantarei a voz, serei gentil, não procurarei melhorar a ninguém a não ser a mim mesmo.  Hoje, só por hoje, serei feliz na certeza de que fui criado para ser feliz não só no outro mundo, mas também neste.  Hoje, só por hoje, adaptar-me-ei às circunstâncias sem pretender que todas elas se adaptem aos meus desejos.  Hoje, só por hoje, dedicarei dez minutos a uma boa leitura, lembrando que é alimento necessário para a alma.  Hoje, só por hoje, realizarei uma boa acção - ou algo que me custe - e não direi nada a ninguém.  Hoje, só por hoje, farei o programa do meu dia: talvez …

347 - Cópias de segurança e viagens

Meu muito amado filho Estêvão

Faz uma cópia de segurança do teu livro de moradas e telefones, faz uma cópia de segurança do teu curriculo, faz uma cópia de segurança das tuas passwords, faz uma cópia de segurança das tua fotografias e ainda dos teus documentos mais importantes.

Quando te pedirem como cliente de uma loja ou utilizador de algum serviço algum comentário ou opinião perde algum tempo mas não deixes de dar.

Não discutas com os teus filhos por não comerem tudo o que têm no prato.

Quando um dia fores pai, cria uma rotina de coisas que gostes de fazer com os teus filhos, como nós temos .... é importante.

Gostava de manter por muitos anos o habito das nossas viagens e férias juntos. Para mais tarde recordar.


Nunca esperes de pessoas "baratas", de pessoas menores, de pessoas desonestas comportamentos honestos. Mas não mudes o teu em função dessas pessoas.



Amo-te perdidamente


Tua mãe

346 - O(s) inesperado(s)

Meu muito amado filho Estêvão

Recebe o inesperado com alegria! Ás vezes pode dar medo por não ter sido programado, não ser esperado, não ser o teu plano, mas recebe-o com alegria e agradece.
Lembrate que as oportunidades raramente vêm em embalagens bonitas e esperadas.

Antes de criticares um novo empregado lembra-te do teu primeiro dia de trabalho.

Dá aos teus filhos a oportunidade de participarem na tomada de decisões familiares. Eu pelo menos surpreendo-me sempre com a tua maneira de pensares sobre as coisas. Sempre.

Diz aos teus familiares (de sangue ou de coração) que os amas antes de partirem (ou partires) por alguns dias.

Sempre que puderes plantas arvóres, arbustos, enfim plantas.


Amo-te infinitamente


Tua mãe

345 - As famílias e as tradições

Meu muito amado filho Estêvão

Hoje gostava de te falar de familias.
Sim familias.
As que temos e as que vamos tendo e construindo ao longo da vida.
Temos a familia de sangue, aquela que escolhemos ter antes mesmo de sermos pessoas.
A familia familia que para mim família é quem está lá para quando é preciso, que nos levanta, que nos apoia, que se lembra de nós, que só quer o nosso bem mesmo quando achamos que isso não é o que deviam querer por não ser exactamente a nossa vontade. Familia é quem está para as boas noticias, para as más noticias, para o bem, para o mal, para pagar a escola, e as férias, para os abraços e beijos, para as idas ao médico, para fazer esticar o orçamento para que não falte dinheiro para o tratamento médico, é quem está na festa de anos, na formatura, no dia em que morre o gato, no dia em que a namorada nos deixa, é quem diz o que tem de ser dito e está... mesmo que apeteça estar noutro sitio. Está sempre. É alma e sangue e vida em cada um de nós. Está e é nós.

344 - Tempo e perdão

Meu muito amado filho Estêvão

Uma vez li que para ajudar os filhos a saírem-se bem devemos gastar com eles o dobro do tempo e metade do dinheiro... eu tento.

Uma das lições mais dificeis que aprendi na minha vida hoje partilho aqui contigo. O perdão.
Na minha opinião o perdão não é um sentimento. O perdão é uma decisão é algo que decidimos fazer para o bem estar presente e futuro da nossa vida. O perdão inicia-se em nós e termina em nós. O perdão não se dá a ninguém já que é nosso e de nós não sai.
Há o perdão que decidimos dar a algo que alguém nós fez ou não fez, ou disse ou não disse ... o perdão aos outros... esse é "fácil"! é deixarmos que os actos e as omissões de outros no nosso passado e no nosso presente não condenem o nosso futuro. É largar o ego, é largar o ressentimento, é decidir que a felicidade de hoje e de amanha é mais importante do que a de ontem. O perdão ao outro não é dificil... ou pelo menos tão dificil como o perdão a nós. Esse meu filho.... esse é mes…

343 - Barulho e fúrias

Meu muito amado filho Estêvão

Quando fores o primeiro a levantar-te, não faças barulho.

Visita sempre que possas parques naturais. São maravilhosos!

Lembra-te de que um minuto de fúria te rouba sessenta segundos de felicidade.

Dorme sempre pelo menos uma noite quando tiveres que tomar uma decisão importante.

Se algo não fizer sentido para a tua alma. Simplesmente não o faças.

Pede à tua avó que te conte histórias dos teus antepassados, minhas, da tua tia, do teu avô.... não devemos perder o passado lá está vingulado o futuro.

O tempo é ciclico com o tempo vais perceber melhor o que te quero dizer... tudo volta a repetir-se, a história sempre se repete... com o tempo vais perceber melhor o que te quero dizer.
O mais importante é aproveitar cada segundo e aprender tudo e tirarres todo o sumo que a vida te trás.


Eu penso que com um maior distanciamento os acontecimentos pessoais e do mundo em geral ganham sempre mais sentido do que no momento. No agora. Penso que o tempo é um excelente c…

342 - Fonte de desejos e ir tomando notas

Meu muito amado filho Estêvão
Tomar decisões é parte de crescer. Seguir caminhos é parte de estarmos vivos. As decisões boas ou más tomadas são decisões nossas. Que devemos sempre assumir. Não devemos mesmo tomar decisões e culpar os outros pelas nossas decisões. Isso seria infantil.
Quando passares junto de uma fonte dos desejos, atira uma moeda lá para dentro.
Não digas nada no teu telefone sem fios, ou no celular que não queiras que o mundo oiça.
Casa com alguém que ames.
Casa com alguém do teu nível cultural e intelectual e social ou um pouco superior. Com a vivência vais perceber muito bem porquê.
Tem um bloco de notas só teu onde anotas coisas bonitas que tenhas visto, sentimentos que tenhas tido, pensamentos que tenhas... de vez em quando re-lê.


Gosto tanto de te ver dormir.
Sereno.
Tranquilo. Gosto tanto de ver as tuas mãos pequenas e ternas. Macias e serenas a descansar no quente que te abraça. E te aconchega no sonho que estás a viver. Gosto tanto de te ver dormir. Tranquiliza-me. Relembra…

341 - Palavras crueis versus palavras carinhosas

Meu muito amado filho Estêvão

Lembra-te de que as palavras crues que possas dizer a alguem mesmo que sejam da boca para fora magoam profundamente. Evita fazeres ferida em alguém.

Lembra-te por outro lado que as palavras carinhosas curam tudo com muita rapidez. Sê generoso nas palavras generosas que fazes chegar aos outros.

Se a manhã não estiver bonita, faz que a tua alegria a torne bela.

Se puderes planta uma arvóre uma vez por ano. Se não puderes ajuda quem o possa fazer por ti.

Elogia largamente os cozinhados de alguém que cozinhou para ti.

Partilha todos os dias uma refeição com a tua familia. Sentem-se todos e comam e conversem.

Amo-te demais


Tua mãe

340 - Tempo ou será tempos

Meu muito amado filho Estêvão

Nunca digas que estás demasiado ocupado para conhecer uma pessoa nova.

O tempo de vida é medido em calendários mas o tempo que ocupas com a vida é medido em memórias. Faz valer o tempo todo do mundo. Para o encheres de memórias.

O tempo só é o mesmo para os relógios. Esses sim dividem as horas em minutos, os minutos em segundo e os segundos em partes mais pequenas de segundos .... e pelos relógios 1 horas são sempre 60 minutos e 3600 segundos que parece (e é) muito tempo.
Mas o nosso tempo, o tempo das pessoas nem sempre é o dos relógios. É o dos relógios quando queres apanhar um comboio e te atrasas 1 segundo e o ves partir sem ti, é medido pelo relógio quando tens hora marcada com alguém e o relogio te diz que estás atrasado.
Mas o tempo não é medido com relógios quando não dormes uma noite inteira porque tens um problema complicado, não é medido por relógios quando nasce o teu filho e a alegria estica os minutos em dias, quando é medido por relógios qu…

339 - Trabalho com orgulho, grávidas e dias especias

Meu muito amado filho Estêvão

Faz com orgulho, satisfação e dignidade qualquer tarefa que te ponhas a fazer. Seja ela qual for.
Ensina aos teus filhos a mesma coisa, o orgulho, a satisfação e a dignidade de fazeres o que te propões. Sempre.

Nunca perguntes a uma mulher quando o seu bebé vai nascer a não ser que tenhas a certeza absoluta de que a mulher está gravida.

Emoldura o que o teu filho trouxer para casa no seu primeiro dia de escola.

Pelo menos uma vez por ano, seja qual for a ocasião, o teu aniversário, o dos teus filhos, um feriados, um objectivo atingido... o que for... pelo menos uma vez por ano dá (dá mesmo) uma festa em tua casa.

Se puderes guarda algum dinheiro no teu carro para uma emergência.

Em dias especiais .... lembra-te das pessoas que são lembradas nesses dias.


Amo-te infinitamente


Tua mãe

338 - Saladas, champanhe e facas

Meu muito amado filho Estêvão

Aconselho-te a teres em tua casa uma tijela rotativa para lavar a salada.

Sabes as caixas plasticas para guardar comida e congelar sopa por exemplo? Há de muitas marcas... eu prefiro as caixas da marca Tupperware. Durão mais.

Aconselho-te a teres em casa por mais pequena que seja dois bonitos copos de champanhe.

Na estrada pensa que os outros podem não conduzir tão bem como tu. Atenção a tudo.

Nunca afies uma faca na tua direção.

Quando servires hamburgers no pão, tosta o pão antes.

Não adies os rastreios. Dentes, análises de rotina, olhos, quando fores mais velho o rastreio da prostata... enfim a saúde é tua para a guardares.

Amo-te infinitamente



Tua mãe


337 - Porque hoje é daqueles dias "tramados"

Meu muito amado filho Estêvão Hoje vou deixar-te aqui palavras de muitas pessoas e não minhas … hoje em especial e porque amanha dia 8 fazem 4 anos que eu perdi o meu pai, o teu avô Francisco…. Hoje em especial faltam-me palavras. Posso dizer-te que o tempo passa a correr. Tudo o que aconteceu nestes 4 anos, não cabe em poucas palavras. Houve coisas optimas … tu nasceste. Houve coisas horríveis e todo um espectro entre o branco e o preto de coisas. Foram tempos de maravilhosa aprendizagem e de fabuloso crescimento. Posso dizer te ainda que tenho muitas saudades do meu pai. Muitas mesmo. Não é sempre, nem sequer é em nenhum momento em especial é às vezes. Todos os dias um bocado. Todos.. É em momentos em que gostava de lhe contar que agora há coisas que fazem muito sentido e antes não faziam… é quando tu fazes alguma coisa que eu sei que ele gostava de ver. Quem o conheceu acha que te pareces com ele… um dia poderemos falar melhor sobre isso. Hoje não. Hoje em especial tenho muitas sauda…