Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2018

691 - Um lista de coisas a fazer antes de "bater a bota"

Meu muito amado filho Estevão Deixo te aqui uma lista de coisas que eu quero fazer antes de morrer …. Volto a ela muitas vezes e conto conto quantas já fiz …. Algumas até contigo. A vida passa em um piscar de olhos, por isso muitas pessoas tentam aproveitá-la ao máximo.
1 — Ver a Aurora Boreal 2 — Passear em um balão 3 — Apreciar a vista no Grand Canyon 4 — Nadar com botos-cor-de-rosa 5 — Morar num país de cultura não-ocidental 6 — Fazer um safari 7 — Conhecer os sete continentes 8 — Saltar de paraquedas 9 — Andar pela muralha da China 10 — Passar uma semana meditando em um mosteiro 11 — Fazer amizade com uma pessoa excêntrica 12 — Trocar um emprego estável por um que pague menos 13 — Investir na bolsa de valores 14 — Praticar rapel ou canoagem 15 — Visitar as pirâmides do Egito 16 — Montar um elefante 17 — Ficar uma semana sem tomar banho 18 — Conhecer as sete maravilhas do mundo 19 — Observar de perto baleias nadando 20 — Doar sangue 21 — Assistir um espetáculo na Broadway 22 — Ac…

690 - Confia na tua intuição

Meu muito amado filho Estêvão


Sempre sempre confia no teu instituto, 6º sentido, intuição sei lá.... se "eles" te dizem algo.... confia

Amo-te infinitamente


Tua mãe



689 - Sementes sementinhas

Meu muito amado filho Estêvão


Uma querida amiga de coração acabou de partilhar uma frase comigo que de tão bonita e importante tenho de te a aqui deixar.

"Quando estamos num lugar sombrio pensamos logo que fomos enterrados vivos mas o mais certo é termos sido plantados e se fomos plantados mais tarde ou mais cedo vamos renascer".

By Célia Lopes


Amo-te infinitamente

Tua mãe

688 - Nunca nunca vezes nunca

Meu muito amado filho Estêvão

Três regras: não prometas nada quando estiveres feliz; não respondas nada quando estiveres irritado; não decidas nada quando estiveres triste.

Amo-te infinitamente


Tua mãe 





687 - Carroças e cobras

Meu muito amado filho Estêvão
Hoje voltamos a provérbios Diz o povo e com razão "Quanto mais vazia a carroça mais barulho ela faz"
Uma das grandes preocupações de nosso pai, quando éramos pequenos, consistia em fazer-nos compreender o quanto a cortesia é importante na vida.Por várias vezes percebi o quanto lhe desagradava o hábito que têm certas pessoas de interromper a conversa quando alguém estava falando. Eu, especialmente, incidia muitas vezes nesse erro. Embora visivelmente aborrecido, ele, entretanto, nunca ralhou comigo por causa disso, o que me surpreendia bastante. Certa manhã, bem cedo, ele me convidou para ir ao bosque a fim de ouvir o cantar dos pássaros. Atendi com grande alegria e lá fomos nós, humedecendo nossos calçados com orvalho da relva. Ele se deteve em uma clareira e, depois de um pequeno silêncio, me perguntou: – Você está ouvindo alguma coisa além do canto dos pássaros? Apurei o ouvido alguns segundos e respondi: – Estou ouvindo o barulho de uma carroça que dev…

686 - À mulher de César ..... e demais cambalachos

Meu muito amado filho Estêvão
Hoje vai ser longo o que te tenho de dizer.
“À mulher de César não basta ser honesta, tem de parecer honesta”, diz o povo e não se engana.  A história verdadeira é bastante conhecida. Decorria, em casa de Júlio César, no dia 1 de Maio do ano 62 a.C., a festa daBona Dea “Boa deusa”, uma orgia báquica, reservada exclusivamente às mulheres. A celebração fora organizada por Pompeia Sula, segunda mulher de Júlio César, ao que consta, uma mulher jovem e muito bela.Acontece que Publius Clodius, jovem rico e atrevido, estava apaixonado por Pompeia, não resistiu: disfarçou-se de tocadora de lira e, clandestinamente, entrou na festa, na esperança de chegar junto de Pompeia. Porém, foi descoberto por Aurélia, mãe de César, sem que tivesse conseguido os seus intentos.Nesse mesmo dia, todos os romanos conheciam a peripécia e César decretou o divórcio de Pompeia. Mas César não ficou contra Publius Clodius, chamado a depor como testemunha em tribunal, disse que nada tinha,…

685 - Código moral do cavaleiro templário

Meu muito amado filho Estêvão

A Ordem dos Pobres Cavaleiros de Cristo e do Templo de Salomão (em latim: "Pauperes commilitones Christi Templique Salomonici"), conhecida como Cavaleiros Templários, Ordem do Templo (em francês: Ordre du Temple ou Templiers) ou simplesmente como Templários, foi uma ordem militar de Cavalaria. A organização existiu durante cerca de dois séculos na Idade Média (1118-1312), tendo sido fundada no rescaldo da Primeira Cruzada de 1096, com o propósito original de proteger os cristãos que voltaram a fazer a peregrinação a Jerusalém após a sua conquista.

Os seus membros faziam votos de pobreza, castidade, devoção e obediência, usavam mantos brancos com a característica cruz vermelha, e o seu símbolo passou a ser um cavalo montado por dois cavaleiros. Tendo em conta o local onde originalmente se estabeleceram (o monte do Templo em Jerusalém, onde existira o Templo de Salomão, e onde se ergue a atual Mesquita de Al-Aqsa) assim como o voto de pobreza e de…

684 - Psicopatas domésticos. Eles estão entre nós e nas nossas relações

Meu muito amado filho Estevão Hoje quero falar te de psicopatas. Psicopatas não só pessoas que aparecem em filmes de assassinos em série, os psicopatas são pessoas que não sentem empatia ou compaixão. São mentirosos e manipuladores, até nas relações amorosas. Os psicopatas integrados parecem pessoas normais até te destruírem. São pessoas que te obrigam a sustenta-los 40 meses ou mais, são pessoas que não te acompanham quando te morre alguém querido, são pessoas que te abandonam sem explicação, são pessoas que te usam e depois te descartam, são pessoas que se aproximam muito depressa e depressa se vão, são pessoas que usam quem for, mentem a quem for, tem centenas de segredos.
O psicopata integrado não tem sentimentos ou remorsos, é frio e eficaz quando a depredar uma vítima, além de usar a sedução para se aproximar das pessoas que lhe interessam.
O assunto é, muito sério, tão sério que a única solução para as vítimas destes predadores é o afastamento total, uma vez que, não sendo doentes …

683 - Filhos responsáveis

Meu muito amado filho Estêvão

Filho és pai serás um dia talvez deixa me partilhar contigo um relógio que uso diariamente contigo

1 - ser modelo - pensa que quando fazes algo estas a ser observado pela pessoa mais importante no mundo. Eu sempre que penso em desistir de algo, em estacional em segunda fila, em faltar à minha palavra etc .... penso sempre .... TU estas a olhar para mim, tu estas a ver-me .... modelo eu sou teu tu seras dos teus.

2 - pedir para participar das coisas de casa - faz a cama, põe a loica na maquina, poe a roupa suja na maquina, arruma o que esta dessarumado. A nossa casa é nossa e tu tens de cumprir com as tuas partes .


3 - ensinar a cuidar do que é teu - ainda temos de trabalhar nisto mas é assim mesmo os teus lapis, as tuas canetas, os teus livros, as tuas coisas são TUAS tens de poupar, não gastar e tomar atenção .... onde está o boné? onde está a lancheira a pasta o relogio etc etc.... o dinheiro custa a ganhar e por isso mesmo .... toma conta do que é teu.

682 - coisas coisinhas e coisetas

Meu muito amado filho Estêvão

Dentes lavam-se 3 vezes por dia, sempre passar fio dental.

Fio dental e cotonetes vão sempre para o lixo nunca deites na sanita.

Papel qualquer tipo é para reciclar. Vidro tambem. Metal mais ainda. Pilhas, rolhas, capsulas de café, tinteiros, rolhas de cortiça, e plasticos é tudo para separar e colocar no reciclado.

Apanha o lixo que fores encontrando na rua.

Duas vezes por ano dá uma volta a tua roupa e à roupa dos teus filhos e vê o que não usas ou não te serve mete num saco e dá.
Faz o mesmo com brinquedos e livros dá dá e dá.

Protector solar sempre.

Hidratante na cara e nas pernas.

Lê diariamente e medita.

Amo-te infinitamente

Tua mãe




681 - Um dia .... um dia .... acredita

Meu muito amado filho

Por muito que te possa parecer dificil de acreditar pensa e confia.... um dia tudo isto vai fazer sentido.
Confiar, acreditar, põe fé amor e caridade que o resto vai.


Amo-te infinitamente


Tua mãe