Pular para o conteúdo principal

491 - O ladrão de bolos

Meu muito amado filho Estêvão


Um mulher uma noite no aeroporto esperava
Muito tempo para o seu voo ainda faltava
Um livro na loja do aeroporto procurou
Comprou um pacote de bolos e num lugar se instalou

Estava mergulhada no livro, mas não lhe passou despercebido
Que o homem a seu lado era bem atrevido
Ia tirando um bolinho ou dois do pacote onde metia a mão
Ela tentou ignorá-lo para evitar a discussão

Ela lia, roía os bolinhos e para o relógio olhava
Enquanto o guloso "ladrão de bolos" o seu stock saqueava
Estava a ficar mais irritada à medida que o tempo corria
Pensava: "Se não fosse educada, um escândalo faria!"

Cada bolinho que ela tirava, tirava ele tambem um
Quando só restava um, pensou o que faria ele
Com um sorriso no rosto e um riso nervoso
Ele tirou o ultimo bolinho e parti-o ao meio

Ofereceu-lhe metade, enquanto comia o resto
Ela arrancou-lho da mão e pensou: "Oh, céus,
este tipo tem lata e é mal educado.
Por que não dis sequer obrigado?"

Não se lembrava de ter sido tão gozada,
E suspirou de alívio quando soou a chamada
Agarrou nas suas coisas e para a porta se encaminhou
E a olhar para o "ingrato ladrão" se recusou

Entrou no avião e abateu-se no assento,
Procurou o livro que estava quase acabado
Ao remexer na bagagem, a respiração suspendeu,
Um saquinho de bolos ali estava e era o seu

"Se os meus estão aqui", desesperada resmungou
"Então os outros eram dele e comigo os partilho!"
Era tarde demais para pedir desculpa, pensou amargurada
Fora ela a mal educada, a ingrata e a ladra!
By: Valeria Cox

Faz aos outros o que desejarias que te fizessem
Mateus 7. 12

Pára de dizer que não vales nada,
Pára de dizer que não tens valor,
Pára de dizer que és feia,
Pára de sofrer por antecipação,
Pára de alimentares palavras cheias de angústia,
Pára de negar aquilo que vive dentro de ti,
Pára de viver o que já não existe,
Pára de fugires das tuas responsabilidades,
Pára de perpetuar aquilo que te intoxica,
Pára de te comparares com outros homens e mulheres
Pára de fazer o que esperam,
Pára de fazer tudo o que te faz mal.
Pára,
Respira,
E agarra a única vida que te deram para viver.
Sempre que for preciso pára,
Para deitares fora ou transformares,
Simplesmente o que não te faz viver.
By: Diana Gaspar Duarte

O que digo aos outros é, antes de mais, ouvido por mim. Quando incentivo os outros, incentivo-me a mim. Quando ataco os outros, ataco-me a mim!
Que hoje te trates bem, tratando bem os outros
By: Pedro Vieira

Não tenho tempo para mudar.
Não tenho tempo para mim.
Eu sempre fui assim.
Vivi momentos muito dolorosos, que me marcarão para sempre, não vale a pena tentarmudar.
Sou um falhado nunca vou conseguir.
Fiz tudo de errado, impossível voltar a fazer bem.
Sou tudo o que sinto e penso.
Por muito que tente nunca vou conseguir.
Será?
Estás certo disto? Ou preferes pensar assim? O sofrimento vicia, mas a coragem também.
Não tens tempo para mudar, ou mudar requer muito de ti? Mais do que ficares como estás?
Sempre foste assim, e hoje queres continuar assim? Se sim, é porque queres. Se não, é porque queres também. Não há sempre nem nunca. Se não estás bem como estás, arregassa as mangas, e com todo teu carinho, muda.
Viveste momentos dolorosos, mas não és esses momentos. Tens um passado, mas não está o passado. És o que fazes com ele, e se não estás bem, pois bem, faz o que tens a fazer, e muda, devagar, sem pressa, mas muda.
Não és um falhado, o máximo que podes ter feito, é teres falhado. Pois bem, tens agora, hoje, amanhã, a oportunidade de fazer diferente. Bem ou mal, não interessa, com consciência, com foco, e muda, ao teu ritmo, de acordo com o que queres. E sabes o que queres? Ou só o que não queres?
Não fizeste tudo errado, porque ninguém faz sempre tudo errado. Fizeste como sabias, como podias, como julgaste melhor, nada mais. Impossível voltar a fazer bem, lá isso é verdade, porque não dá para ir ao passado fazer diferente, ma dá para fazeres hoje de forma diferente, de acordo com aprendizagens passadas. Não és o teu passado, mas o que fazes com ele.
Se tentares sempre, acredita que um dia consegues.
Mas não te esqueça, mais importante que a meta, é o caminho. É estares presente cada segundo na vida, de olhos voltados para o mundo, e de olhos voltados para ti. És aquilo em que acreditas. Se não gostas do que és, muda aquilo em que acreditas, e se nesta mudança houver respeito por ti e pelos outros, avança, e sê feliz!
By: Diana Gaspar Duarte

Os sonhos que pulsam dentro de ti precisam ser concretizados. Não acontecerão se não estiveres disposto a pagar um preço. O preço que podes pagar pode passar por quebrares laços de amor condicional, privação pontual ou contínua de momentos de amizade, perda de status profissional, perda de rendimentos financeiros ou várias outras coisas. É imprescindível saberes isto. É imprescindível saberes também que a possibilidade de concretizares o teu sonho aumenta com o teu nível de compromisso, com o teu nível de exigência, com a tua resiliência, com o amor por ti que descobrirás durante o caminho, com o exemplo em que te tornarás, com a inspiração que a tua vida merece. Esta é uma história possível de acontecer se estiveres disposto a pagar. Pagar o preço da tua autenticidade.
By: Mario Caetano




Amo-te infinitamente

Tua mãe

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

69 - Os cães ladram e a caravana passa

Amado filho
Os “cães ladram e a caravana passa” é um proverbio árabe muito usado ainda hoje e que simboliza ainda muito do nosso comportamento humano.
Observa a maravilha de contradição existente no meio da afirmação. O estacionário e o evolutivo. Sabe-se que seguir adiante é da constituição das caravanas (e das pessoas), tal qual ladrar é da constituição dos cães. Aliás, os cães apenas ladram para avisar a seus donos a aproximação de algo que não faz parte de seu habitat convencional, ou quando desejam fazer festa para algum conhecido. Também é da sua constituição manterem-se próximos aos locais onde vivem, como se fossem limitados por um círculo invisível. No primeiro caso, não importa que a caravana tenha boas notícias, nem remédios importantes, basta que não seja daquele local. No segundo, o latido é diferente, mas é latido. Mas se ambos agem de acordo com suas constituições o que há de excecional na expressão? Exatamente o sentido de um permanecer estacionado e do outro seguir semp…

527 - Uma carta de despedida de um filho a uma mãe

Meu muito amado filho Estêvão

Hoje partilho contigo uma carta de um filho que acabou de perder a sua mãe.


Hoje, perdi a mulher mais importante da minha vida. Ainda de manhã te dei um beijo. Foi o último correspondido. Agora já não vou voltar a chegar a casa e ver-te. Vai ser um vazio que nunca será preenchido, mas que fará parte de mim até ao fim dos meus dias.  Educaste-me de uma maneira que nunca pensei que fosse possível. Nunca me faltou nada e trabalhaste dia e noite para que assim fosse. Só posso dar graças a todos os sacrifícios que fizeste, a todas as birras que aturaste, a todos os meus caprichos que atendeste, a todo o carinho que tu me deste, sei que a minha vida inteira não chegará para te agradecer o suficiente, mas vou tentar. Vais-te orgulhar no homem em que me tornei, me estou a tornar e me irei tornar. Vou viver a minha vida sabendo que agora tenho mais um anjo a olhar por mim, mais uma estrela a guiar-me. Vou fazer a minha vida como a sonhei, vou viver os meus sonhos por…

74 - Regras de vida minimalista

Amado filho
Deixo-te algumas regras de minimalismo... viver de um modo simples....

Querido filho deixo-te de seguida uns ensinamentos de alguem que sabe muito mais que eu... retirado de http://busywomanstripycat.blogspot.pt/

1. Reduza a tralha 2. Use o sistema de destralhamento do Dave 3. Use o speed cleaning para limpar a casa 4. Corte em metade o tempo que passa no supermercado 5. Compre em grandes quantidades 6. Plante um jardim 7. Faça todos os seus recados no mesmo sítio 8. Corte o tempo que passa a tratar da roupa em metade 9. Não compre roupas que precisam de ser limpas a seco 10. Deixe os sapatos à porta 11. Use tapetes com padrões 12. Use tabuleiros para a comida 13. Mantenha as plantas lá fora 14. Substitua a relva por relva artificial 15. Ou, pelo menos, simplifique a manutenção da relva 16. Animais de estimação simples 17. Mudanças simples 18. Reciclagem simples 19. Mude-se para uma casa mais pequena 20. Guie um carro simples 21. Venda a porcaria do barco 22. Construa um guarda-roupa simples 23. …