Pular para o conteúdo principal

707 - Hoje é um dia brutal mas brutal mesmo

Meu muito amado filho Estêvão

Hoje é o meu dia de aniversario hoje faço 44 anos. Caramba 44 anos.
Em 44 anos, nasci, aprendi a andar, a comer, a ler, a escrever e a contar, namorei muito, fiz faculdade, depois começei a trabalhar, depois viajei muito muito muito sempre em trabalho, casei e fui uma noiva muito bonita, fiz um doutoramento depois continuei a trabalhar sempre, depois fiquei doente mas doente assim a serio serio depois divorciei-me, depois fiquei melhor, depois nasceste tu depois fiz um mestrado depois mudei duas vezes de pais, depois voltei depois continuei a trabalhar depois fiz outro mestrado depois continuei a trabalhar, já ganhei 4000 euros por mes já ganhei 0 euros por mês, já tive dinheiro a sobrar já me faltou para o supermercado, já chorei muito de alegria e de tristeza, já perdi o meu pai, já perdi os meus dois avôs  duas avós e até um primo que gostava tanto, já namorei muito e já estive muito sozinha.... já fui tantas coisas e tive tantas coisas mas sabes o que nunca nunca mudou em 44 anos .... com muita dificuldade às vezes .... confiei no universo, confiei que tudo na vida acontece exactamente quando tem de acontecer com calma tudo cai no sitio onde tem de cair. 

Se amanhã eu não estiver cá… quero que saibas Há dias em que não me é fácil saber que não chego para as encomendas, que me questiono ser a mãe que precisas, que fico com os nervos em franja e não tenho a calma suficiente para falar contigo e fazer-te entender que apenas quero o melhor para ti. Que o teu bem é a minha felicidade maior e o motivo pelo qual eu vivo. Há muitos dias em que me irrito porque a roupa está espalhada pela cama, a cama não está feita, os trabalhos de casa são muitos e os erros tambem.
Às vezes olho para ti e perco-me em pensamentos de como será que vês o mundo e como encaixarás nele ao longo da tua vida. Não consigo evitar de pensar na minha mãe, que me conhece tão bem e que sabe melhor que eu que filho és tu . Também ela certamente pensou vezes sem conta no meu futuro e no da tua tia Inês.
Se amanhã eu não estiver cá meu filho, não quero saber se dobras o pijama ou se andas descalço no chão frio.
Quero apenas saber que escolhes o caminho do bem, que respeitas as escolhas dos outros e não deixas que desrespeitem as tuas. Aceita as partidas da vida como experiências que te enriquecem e ainda que chores, não te prendas a elas. De tudo tira as tuas lições, guarda cada uma delas e segue o teu caminho. Sempre vão haver pessoas que se esquecem da data do teu aniversario, que não te felicitam pelas tuas conquistas, que não re reconfortam nos momentos em que mais precisares, que não te respondem aos teus contactos, guarda-as no teu coração porque elas sim precisam da tua luz e do teu amor porque claramente não o têm.
Voa o mais alto que possas fora e acima de tudo dentro de ti. Encontra o silêncio da respiração e aprende a estar sozinho porque é aí que a maior parte das respostas residem, em ti.
Não optes pelo fácil só porque é fácil e aquilo que fizeres, faz com dedicação e com amor (ainda que em alguma altura pareça o contrário isso será sempre recompensado). Sempre sempre sempre sempre.
Ajuda quem podes e não fiques à espera que te ajudem, mas também não recuses a ajuda quando ela chegar.
Fica atento, porque há sempre alguém por perto merecedor do teu amor mas também há quem não o mereça de todo. Aprende a distingui-los e não desperdices a tua energia.
Quando vieres à tona já tudo aliviou! Mesmo que a saudade aperte nunca voltes a confiar em que te fez mal uma outra e outra vez, deixa ir, deixa fluir. E segue sempre o teu caminho por mais que agora te possa parecer tudo negro e ontem tambem e amanha talvez ainda mas segue segue segue em frente.

A vida pode não ser nada daquilo que esperas dela, mas será sempre essa tua coragem, determinação e sentido de humor que te farão único e que servirão de ferramentas para te adaptares aquilo que virá.
Se amanhã eu não estiver cá para te dar a mão e a vida apertar, lembra-te que ela é como o mar com ondas intercaladas ora de alegria ora de revolta … por isso nas ondas pesadas, respira, mergulha e deixa-as passar. 
Onde estiver sempre podes fechar os olhos e lembrar-te destas palavras .... eu amo-te hoje ontem e amanha.


Tua mãe




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

69 - Os cães ladram e a caravana passa

Amado filho
Os “cães ladram e a caravana passa” é um proverbio árabe muito usado ainda hoje e que simboliza ainda muito do nosso comportamento humano.
Observa a maravilha de contradição existente no meio da afirmação. O estacionário e o evolutivo. Sabe-se que seguir adiante é da constituição das caravanas (e das pessoas), tal qual ladrar é da constituição dos cães. Aliás, os cães apenas ladram para avisar a seus donos a aproximação de algo que não faz parte de seu habitat convencional, ou quando desejam fazer festa para algum conhecido. Também é da sua constituição manterem-se próximos aos locais onde vivem, como se fossem limitados por um círculo invisível. No primeiro caso, não importa que a caravana tenha boas notícias, nem remédios importantes, basta que não seja daquele local. No segundo, o latido é diferente, mas é latido. Mas se ambos agem de acordo com suas constituições o que há de excecional na expressão? Exatamente o sentido de um permanecer estacionado e do outro seguir semp…

527 - Uma carta de despedida de um filho a uma mãe

Meu muito amado filho Estêvão

Hoje partilho contigo uma carta de um filho que acabou de perder a sua mãe.


Hoje, perdi a mulher mais importante da minha vida. Ainda de manhã te dei um beijo. Foi o último correspondido. Agora já não vou voltar a chegar a casa e ver-te. Vai ser um vazio que nunca será preenchido, mas que fará parte de mim até ao fim dos meus dias.  Educaste-me de uma maneira que nunca pensei que fosse possível. Nunca me faltou nada e trabalhaste dia e noite para que assim fosse. Só posso dar graças a todos os sacrifícios que fizeste, a todas as birras que aturaste, a todos os meus caprichos que atendeste, a todo o carinho que tu me deste, sei que a minha vida inteira não chegará para te agradecer o suficiente, mas vou tentar. Vais-te orgulhar no homem em que me tornei, me estou a tornar e me irei tornar. Vou viver a minha vida sabendo que agora tenho mais um anjo a olhar por mim, mais uma estrela a guiar-me. Vou fazer a minha vida como a sonhei, vou viver os meus sonhos por…

719 - Hoje isto acaba

Meu muito amado filho Estêvão Há 7 (quase 8) anos quando nasceste decidi escrever te este blog e decidi que 1111 coisas seriam .... hoje termino esta minha demanda mas não com 1111 mas sim com 719. Hoje isto acaba. Depois de pensar e sentir estou certa que nada mais tenho para te ensinar. NADA. Não sei nada da vida e do mundo e em particular do universo. Não sei nada do "amor". Nada de nada só sei do amor que te tenho. Não sei nada sobre namorar, casar, partilhar, ser leve. Nada. Há muitos muitos muitos anos que não sou beijada que não fecho os olhos com a sensação maravilhosa de ser amado, há outros tantos não janto fora para namorar, não olho nos olhos de alguém (que não tu) e penso UAU! .... já apanhei tantas vezes os cacos do meu coração que já perdi um monte pelo caminho e agora estão todos os cacos no saco, não sou dada a tinders ou aplicações de encontros, sou gorda demais e feia demais para algum dos meus amigos ou amigas me ajudar a encontrar um namorado. Por isso amor q…