Pular para o conteúdo principal

634 - 11 Dicas para viver mais feliz

Meu muito amado filho Estêvão



Deixo-te aqui hoje 11 conselhos de Carl Phillips, autor do livro '22 Ways to Simpler Livin', para te ajudar a ter um dia mais feliz.
Tenha Calma
Se está sempre a correr de um lado para o outro, sem tempo para nada, mas ao mesmo tempo com a necessidade de fazer tudo, tem obrigatoriamente que parar uns minutos. Apesar do seu esforço, não é possível manter o ritmo e dar o seu melhor ao mesmo tempo. É necessário aprender a ‘tirar o pé do acelerador’ e a fazer uma pausa. Este intervalo na sua rotina pode fazer com que faça mais coisas (e melhor) durante o dia.
Esqueça as pequenas coisas
Se não consegue fazer tudo, porquê continuar a insistir? A Lei de Pareto, também conhecida como 80/20, afirma que para muitos fenómenos, 80% dos resultados advêm de 20% dos nossos esforços. Se nos focarmos naqueles 20% que realmente importam (os que produzem resultados), temos uma maior probabilidade de alcançar mais objectivos.
Opte por uma vida simples
“Quando adoptamos um estilo de vida mais simples, acabamos por precisar de menos e querer menos. Focamo-nos apenas no importante e deixamos que os outros se preocupem com o que não é essencial”, escreve Carl Phillips no site Huffington Post.
Deixe os ‘multitasking’ para os outros
Na sociedade de hoje, a capacidade de realizar várias tarefas ao mesmo tempo é algo muito valorizado pelas entidades empregadoras. No entanto, o que acontece na maior parte das vezes é que ou algo não fica tão bem quanto poderia ficar se nos focássemos só nela, ou começamos várias coisas ao mesmo tempo e algumas ficam pelo caminho…
O melhor é esquecer o ‘multitasking’ (pelo menos nas alturas em que esta capacidade não é de todo necessária, como nas questões da casa ou da família). Foque-se apenas numa tarefa de cada vez - vai ver que esta ficará bem feita e o sentimento de realização será muito maior do que se não tivesse dado 100% de si.
Aprenda a dizer ‘Não’
Diga ‘sim’ a todos os convites que realmente lhe interessam e aos pedidos que se sente confortável e apta a realizar. Aprenda a dizer ‘Não, obrigada’ aos restantes. Não se sinta na obrigação de fazer tudo, mesmo que as solicitações venham daqueles que mais gosta. Lá está, se estas não acrescentarem nada ao seu bem-estar (físico ou psicológico), diga apenas as duas palavras mágicas e não se sinta mal por isso – aprenda a proteger-se mais e a guardar um espaço para dizer ‘não’.
Arranje tempo
“’Eu não tenho tempo’ é uma das frases mais usadas na nossa sociedade”, explica o autor norte-americano. “Temos que arranjar tempo para as nossas prioridades e para as pessoas que são realmente importantes na nossa vida”, acrescenta.
'Desconecte-se'
A maior parte dos portugueses tem um telemóvel ou um computador. O tempo que grande parte da população passa ligada a redes sociais, à conta de e-mail ou à caixa de mensagens é assustador. “Habilitamo-nos a que a vida passe por nós enquanto continuamos a teclar. Por muito fantástica e poderosa que a tecnologia seja, precisamos de disciplinar os nossos horários e aprender a desconectar”, escreve Carl Phillips.
Dedique-se àqueles que ama
Tente passar a maior parte do seu tempo rodeada por pessoas que são importantes para si, que a inspiram ou que partilham das suas visões e ambições. Isso fará com que o positivismo e o divertimento sejam uma constante na sua vida.
Limite o pessimismo
Reduza as vozes negativas que a rodeiam. Uma maneira de o fazer é aproximar-se daqueles que sabe que gostam de si e evitar os ‘derrotistas’. Se for impossível livrar-se deles (às vezes são os nossos próprios chefes ou os nossos pais…), tente relativizar tudo aquilo que lhe estão a dizer e não se deixe influenciar por essas visões do mundo.
Coma de uma forma saudável e mexa-se
O seu corpo precisa de nutrientes e de uma alimentação saudável para funcionar como deve ser. Caso contrário, terá uma maior probabilidade de sentir um mal-estar e uma fadiga constante. Para além disso, faça exercício físico – um corpo saudável ajuda a manter uma mente sã.
Retribua
As concretizações que normalmente nos deixam mais felizes e orgulhosas envolvem dar algo ou ajudar alguém. Faça da retribuição um acto rotineiro – ver os outros felizes (e saber que ajudámos a que tal acontecesse) melhora logo o nosso estado de espírito e, como consequência, o nosso dia.



Amo-te muito

Tua mãe

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

69 - Os cães ladram e a caravana passa

Amado filho
Os “cães ladram e a caravana passa” é um proverbio árabe muito usado ainda hoje e que simboliza ainda muito do nosso comportamento humano.
Observa a maravilha de contradição existente no meio da afirmação. O estacionário e o evolutivo. Sabe-se que seguir adiante é da constituição das caravanas (e das pessoas), tal qual ladrar é da constituição dos cães. Aliás, os cães apenas ladram para avisar a seus donos a aproximação de algo que não faz parte de seu habitat convencional, ou quando desejam fazer festa para algum conhecido. Também é da sua constituição manterem-se próximos aos locais onde vivem, como se fossem limitados por um círculo invisível. No primeiro caso, não importa que a caravana tenha boas notícias, nem remédios importantes, basta que não seja daquele local. No segundo, o latido é diferente, mas é latido. Mas se ambos agem de acordo com suas constituições o que há de excecional na expressão? Exatamente o sentido de um permanecer estacionado e do outro seguir semp…

665 - Deixa-me dizer-te algumas coisas que se calhar não vais ouvir de mais ninguém

Meu muito amado filho Estêvão

"Querido filho, deixa-me dizer-te algumas coisas que se calhar não vais ouvir de mais ninguém. 
Os teus pais fizeram sempre o melhor que souberam fazer. 
E os avós também fizeram isso com os pais. 
Ninguém é melhor do que ninguém. 
Andamos todos às apalpadelas nesta coisa a que chamam vida. 
Ser feliz é o objetivo e cada pessoa tem uma noção diferente do que é a felicidade. Respeita isso. Deixa-me dizer-te que, quando nasces, já existe um Sistema onde se tabela logo que vais passar 12 anos a estudar e mais cinco na universidade. São 17 anos da tua vida. Tenta aprofundar as matérias que mais interesse te despertem e nunca - mas nunca - escolhas um curso só porque tem mais saídas profissionais. É que depois, diz o tal Sistema, vais trabalhar mais 40 anos até à reforma e, pelo menos, tens que gostar de fazer o que fazes para não caires no consultório de um psiquiatra que te receita umas pílulas da alegria que só mascaram a dor (os anti depressivos são os cosm…

527 - Uma carta de despedida de um filho a uma mãe

Meu muito amado filho Estêvão

Hoje partilho contigo uma carta de um filho que acabou de perder a sua mãe.


Hoje, perdi a mulher mais importante da minha vida. Ainda de manhã te dei um beijo. Foi o último correspondido. Agora já não vou voltar a chegar a casa e ver-te. Vai ser um vazio que nunca será preenchido, mas que fará parte de mim até ao fim dos meus dias.  Educaste-me de uma maneira que nunca pensei que fosse possível. Nunca me faltou nada e trabalhaste dia e noite para que assim fosse. Só posso dar graças a todos os sacrifícios que fizeste, a todas as birras que aturaste, a todos os meus caprichos que atendeste, a todo o carinho que tu me deste, sei que a minha vida inteira não chegará para te agradecer o suficiente, mas vou tentar. Vais-te orgulhar no homem em que me tornei, me estou a tornar e me irei tornar. Vou viver a minha vida sabendo que agora tenho mais um anjo a olhar por mim, mais uma estrela a guiar-me. Vou fazer a minha vida como a sonhei, vou viver os meus sonhos por…