Pular para o conteúdo principal

433 - Estar presente e não ser indeferente à injustiça

Meu muito amado filho Estêvão

"Uma das maiores aprendizagens da vida é a estar realmente presente em cada momento. Em cada momento apenas viver esse momento, não se preocupar com o passado ou o futuro, não estar a ler mensagens ou emails, não pensar no que tem de fazer a seguir ou deixou atrasado, não estar com uma pessoa enquanto fala com outra ao telefone, simplesmente estar presente com aquela pessoa naquele momento.
Há pouco tempo vivi um desses momentos perfeitos. Tudo pareceu natural, tudo fez sentido no contexto, tudo fluiu com naturalidade. Foi tão perfeito que nem me apercebi da perfeição enquanto o vivia. Só mais tarde, ao recordar o momento, percebi a sua perfeição.
São estes os momentos que guardamos na nossa memória, momentos onde não há julgamento, não há racionalizar, apenas somos nós próprios presentes nesses momentos.
Hoje dei por mim a pensar sobre isso… a importância de estar realmente presente em cada interação para que os momentos perfeitos possam existir. Não há vidas perfeitas, mas certamente podemos ter uma vida cheia de momentos perfeitos!"
By: Susana Areal



"Uma hora talvez você descubra que os melhores tesouros são os mais difíceis de serem encontrados.
Lembre-se disso quando sentir seu coração bater mais forte por alguém. Preserve-se, não vá com tanta sede ao pote. Caminhe sem pressa e valorize sua essência. Porém, quando chegar a hora, partilhe sua vida e alegre-se por ter chegado ao cume da montanha. Reconhecer suas dádivas é primordial para viver uma vida satisfatória..."
By: Fabiola Simões




"Vives melhor quando percebes que perdoar não é fazer bem aos outros, mas a ti mesmo. 
Vives melhor quando te consegues livrar de tudo o que te faz mal, de tudo o que é tóxico e que carregas para todo o lado, dentro de ti. 
Vives melhor quando fazes as pazes com o teu coração. Quando o deixas bater na sintonia de ter paz e não na teimosia de querer ter razão.
Vives melhor quando aceitas que a única pessoa que podes mudar é a ti mesmo. E o perdão pode ser o primeiro passo rumo à mudança que queres ver nos outros. Porque, no fundo, é a mudança que queres ver em ti.
A vida é tudo o que acontece. Mas também é tudo o que fazes com o que te acontece."
By: Às nove no meu blog



"Na vida, não importa tanto onde vamos, mas quem vai connosco. Não importa tanto como vamos, mas quando decidimos ir. Não se explica tudo o que nos acontece com azar, má sorte, praga ou castigo. Percebe-se que muitas vezes é só a nossa mente a jogar contra nós. Muitas vezes é a vida a testar a vontade, a fibra, a decisão, se é mesmo isto que queremos.
Esquecemos, com alguma frequência, as coisas importantes que temos, que somos. É bom dar tréguas a nós mesmos, aos outros. Parar de reclamar tanto da vida. Parar de nos culparmos tanto de tudo. Parar de procurar do lado de fora as falhas que existem do lado de dentro. Parar de dizer aos outros como devem viver as suas vidas, e de pouco tentar corrigir aquela que nos carrega todos os dias. Parar de achar que sabemos tudo, que sabemos mais. Julgar menos, elogiar mais. Sentir mais amor, menos maldade. Mais fé, menos desconfiança. Mais consciência, menos ego. Mais perdão, menos orgulho."
By: Às nove no meu blog

"Quando um gelado custava muito menos, um rapazinho entrou numa pastelaria e sentou-se a uma mesa. Um empregada pousou um copo de água à frente dele.
-Quanto custa um gelado de taça?
- Cinco cêntimos - respondeu a empregada.
O rapaz tirou a mão do bolso e analisou uma quantidade de moedas.
-Quanto custa um gelado de cone? - Perguntou.
Havia pessoas `espera da mesa e a empregada estava impaciente.
-Dois e cinquenta - respondeu bruscamente.
O rapaz voltou a contar as moedas.
-Quero o gelado de cone.
A empregada trouxe o gelado e afastou-se. O rapaz acabou, pagou na caixa e foi-se embora. Quando a empregada voltou engoliu em seco com o que viu. Junto do prato muito arrumadinhos, estavam dois níqueis e cinco pences - a sua gorgeta."
By: The best of Bitts and Pieces.




Amo-te infinitamente

Tua mãe

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

69 - Os cães ladram e a caravana passa

Amado filho
Os “cães ladram e a caravana passa” é um proverbio árabe muito usado ainda hoje e que simboliza ainda muito do nosso comportamento humano.
Observa a maravilha de contradição existente no meio da afirmação. O estacionário e o evolutivo. Sabe-se que seguir adiante é da constituição das caravanas (e das pessoas), tal qual ladrar é da constituição dos cães. Aliás, os cães apenas ladram para avisar a seus donos a aproximação de algo que não faz parte de seu habitat convencional, ou quando desejam fazer festa para algum conhecido. Também é da sua constituição manterem-se próximos aos locais onde vivem, como se fossem limitados por um círculo invisível. No primeiro caso, não importa que a caravana tenha boas notícias, nem remédios importantes, basta que não seja daquele local. No segundo, o latido é diferente, mas é latido. Mas se ambos agem de acordo com suas constituições o que há de excecional na expressão? Exatamente o sentido de um permanecer estacionado e do outro seguir semp…

679 - O dia em que fui a uma missa pela ultima vez

Meu muito amado filho Estêvão

Hoje depois de um velório de uma pessoa a quem muito queria e depois de um funeral, precisava de rezar de me sentar na casa de Deus e agradecer. Sim agradecer.
Esqueci-me que já dezenas de amigos e família me tinham avisado para não ir a determinada igreja em Lisboa (não menciono aqui o nome da igreja porque de facto não interessa, não estou em luta com ninguém não quero mudar ninguém que não eu mesmo e de minha boca não farei o que outros fazem), esqueci-me e fui a essa igreja. 
Que horror ver quem tu sabes bem de capa umeral numa igreja ao lado do senhor padre e acólito e um diácono. Que horror, meu Deus. Tive de sair da igreja na altura da comunhão e vomitei, vomitei como nunca havia vomitado antes, vomitei de nojo de dentro da alma.
Nojo, vergonha e muito muito nojo de o corpo de Cristo, da Sagrada Comunhão sair das mãos de um mentiroso, que mente até no número de filhos que tem, num bandido que  vive de enganar pessoas, engana a autoridade tributária, as…

719 - Hoje isto acaba

Meu muito amado filho Estêvão Há 7 (quase 8) anos quando nasceste decidi escrever te este blog e decidi que 1111 coisas seriam .... hoje termino esta minha demanda mas não com 1111 mas sim com 719. Hoje isto acaba. Depois de pensar e sentir estou certa que nada mais tenho para te ensinar. NADA. Não sei nada da vida e do mundo e em particular do universo. Não sei nada do "amor". Nada de nada só sei do amor que te tenho. Não sei nada sobre namorar, casar, partilhar, ser leve. Nada. Há muitos muitos muitos anos que não sou beijada que não fecho os olhos com a sensação maravilhosa de ser amado, há outros tantos não janto fora para namorar, não olho nos olhos de alguém (que não tu) e penso UAU! .... já apanhei tantas vezes os cacos do meu coração que já perdi um monte pelo caminho e agora estão todos os cacos no saco, não sou dada a tinders ou aplicações de encontros, sou gorda demais e feia demais para algum dos meus amigos ou amigas me ajudar a encontrar um namorado. Por isso amor q…