Pular para o conteúdo principal

204 - Bem-estar vs felicidade, perdoar e papel higiénico

Meu muito amado filho Estêvão

Jamais confundas bem-estar com felicidade. Como não deves confundir agora com para sempre.

Não confundas riqueza com sucesso. Sucesso constrói-se, riqueza conquista-se.

Sê sempre o primeiro a perdoar.

Quando estiveres numa consulta médica, nunca deixes o médico interrompê-la ou acabá-la antes do tempo. São o teu corpo e o teu dinheiro que estão em causa. Não saias enquanto não te deres por satisfeito com as respostas às tuas perguntas.

Sempre que fores devolver ou trocar algum artigo, vai de casaco e gravata.

Vê sempre se há papel higiénico antes de te sentares na sanita.

Se trabalhares numa organização onde as decisões sejam tomadas por um conselho, arranja maneira de pertenceres a esse conselho.

Nunca pares um desfile para apanhar uma moeda do chão.

Se tomares café sem açúcar trás o pacote contigo, se comeres batatas sem ketchup trás o ketchup contigo, se não gastares as amostras de shampoo de um hotel trás-las contigo.

Cria o hábito de ler qualquer coisa inspiradora e alegre antes de adormeceres.

Casa com uma mulher com quem adores conversar. Quando envelheceres, darás tanto valor a essa capacidade dela como a algumas outras.

Transforma os inimigos em amigos, tendo um gesto simpático para com eles.

Sê tão amável para o porteiro como para o presidente do conselho de administração. E sabe sempre o nome do funcionário da limpeza e de todos os outros.

Mete-te na tua vida.

Lembra-te de que quem é estouvado com o dinheiro também o é com as outras coisas.

Lembra-te que a melhor maneira de preveres o comportamento de alguém é veres os comportamentos passados.

Lembra-te de que quem te trair uma vez vai fazê-lo mais vezes.

Se tiveres vontade de fazer uma coisa e sentires lá no fundo que é isso mesmo que deve ser feito, fá-la. Muitas vezes a intuição é tão importante como os factor.

Não te metas em atalhos.

Aprende a fazer pão, bolo e arroz.

Toda a gente gosta de ouvir elogios. Procura tenazmente formas de elogiar os outros.

Passa todos os dias algum tempo por pouco que seja sozinho.

Sê original, se isso implicar ser um pouco excêntrico, sê-o.

Toda a gente merece um bolo de aniversário. Nunca festejes um aniversário sem bolo.

Dá a mesma atenção às coisas que estão a correr bem na tua vida como às que estão a causar-te problemas.

Jamais adies uma consulta médica que tenhas marcado.

Mostra-te sempre aberto à mudança, mas nunca abdiques dos teus valores.

Seja uma preocupação ou a pintura dum quadro, o importante é aprenderes a parar. E parar mesmo.

Não esperes que alguém saiba o que queres de presente de Natal ou de aniversário se não o disseres a ninguém.

Se os teus amigos, mulher ou filhos te estiverem a preparar uma surpresa e tu descobrires ... disfarça.

Antes de começares uma viagem longa enche o depósito do carro e esvazia a tua bexiga (e em especial a dos teus filhos).


Amo-te demais



Tua mãe

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

69 - Os cães ladram e a caravana passa

Amado filho
Os “cães ladram e a caravana passa” é um proverbio árabe muito usado ainda hoje e que simboliza ainda muito do nosso comportamento humano.
Observa a maravilha de contradição existente no meio da afirmação. O estacionário e o evolutivo. Sabe-se que seguir adiante é da constituição das caravanas (e das pessoas), tal qual ladrar é da constituição dos cães. Aliás, os cães apenas ladram para avisar a seus donos a aproximação de algo que não faz parte de seu habitat convencional, ou quando desejam fazer festa para algum conhecido. Também é da sua constituição manterem-se próximos aos locais onde vivem, como se fossem limitados por um círculo invisível. No primeiro caso, não importa que a caravana tenha boas notícias, nem remédios importantes, basta que não seja daquele local. No segundo, o latido é diferente, mas é latido. Mas se ambos agem de acordo com suas constituições o que há de excecional na expressão? Exatamente o sentido de um permanecer estacionado e do outro seguir semp…

665 - Deixa-me dizer-te algumas coisas que se calhar não vais ouvir de mais ninguém

Meu muito amado filho Estêvão

"Querido filho, deixa-me dizer-te algumas coisas que se calhar não vais ouvir de mais ninguém. 
Os teus pais fizeram sempre o melhor que souberam fazer. 
E os avós também fizeram isso com os pais. 
Ninguém é melhor do que ninguém. 
Andamos todos às apalpadelas nesta coisa a que chamam vida. 
Ser feliz é o objetivo e cada pessoa tem uma noção diferente do que é a felicidade. Respeita isso. Deixa-me dizer-te que, quando nasces, já existe um Sistema onde se tabela logo que vais passar 12 anos a estudar e mais cinco na universidade. São 17 anos da tua vida. Tenta aprofundar as matérias que mais interesse te despertem e nunca - mas nunca - escolhas um curso só porque tem mais saídas profissionais. É que depois, diz o tal Sistema, vais trabalhar mais 40 anos até à reforma e, pelo menos, tens que gostar de fazer o que fazes para não caires no consultório de um psiquiatra que te receita umas pílulas da alegria que só mascaram a dor (os anti depressivos são os cosm…

527 - Uma carta de despedida de um filho a uma mãe

Meu muito amado filho Estêvão

Hoje partilho contigo uma carta de um filho que acabou de perder a sua mãe.


Hoje, perdi a mulher mais importante da minha vida. Ainda de manhã te dei um beijo. Foi o último correspondido. Agora já não vou voltar a chegar a casa e ver-te. Vai ser um vazio que nunca será preenchido, mas que fará parte de mim até ao fim dos meus dias.  Educaste-me de uma maneira que nunca pensei que fosse possível. Nunca me faltou nada e trabalhaste dia e noite para que assim fosse. Só posso dar graças a todos os sacrifícios que fizeste, a todas as birras que aturaste, a todos os meus caprichos que atendeste, a todo o carinho que tu me deste, sei que a minha vida inteira não chegará para te agradecer o suficiente, mas vou tentar. Vais-te orgulhar no homem em que me tornei, me estou a tornar e me irei tornar. Vou viver a minha vida sabendo que agora tenho mais um anjo a olhar por mim, mais uma estrela a guiar-me. Vou fazer a minha vida como a sonhei, vou viver os meus sonhos por…