quarta-feira, 11 de setembro de 2013

195 - As vezes parece que quem nos devia conhecer bem .... parece que nem sabe quem somos!

Meu muito amado filho Estêvão

A vida dá de facto muitas e muitas voltas.
Pode ser que um dia tu caias na conta de pensar.... e de ficares (com razão) magoado e até ferido.... "caramba esta pessoa que eu gosto tanto não faz ideia quem eu sou, para onde vou, o que eu quero da vida e o que me aquece o coração! Esta pessoa não faz ideia quem eu sou e devia saber porque eu gosto tanto dela"
Já me aconteceu tantas vezes.

Vou te dar dois exemplos para tornar mais fácil de entender.
Há muitos anos eu era totalmente vegetariana, todas as pessoas que eu conhecia, toda a minha família, todos os meus amigos, todas as pessoas à minha volta sabiam que eu não comia carne que isso era mesmo importante para mim ... que ideologicamente ser vegetariana era o meu caminho. O meu pai, o teu avó Francisco convidou-me para almoçar um dia e levou-me a um assador Argentino onde não há senão carne. Na altura, juro, fui mas até me caíram lágrimas pelos olhos, doeu tanto... achei um desrespeito tão grande  a mim e ao que eu era e acreditava.
De outra vez uma grande amiga minha veio falar comigo a falar-me que ia ter um filho com um ligeiro problema de saúde e que queria abortar o que é que eu achava, se eu sabia onde se podiam fazer abortos! Eu sou completamente contra o aborto. Sou totalmente e completamente e com todas as células e moléculas do meu corpo a favor da vida e da morte natural... fiz campanha por isso, faço voluntariado ajudando mães que não abortam, a ideia do aborto em mim repugna-me... lembro-me que na altura nem dormi durante semanas ... éramos tão amigas como é que ela veio falar comigo sobre isso? como? se sabia que me doía tanto? quem era essa pessoa e porque me estava a fazer isso a mim?


As vezes as pessoas que nós amamos mais, que deviam ser as pessoas que menos mal nos fariam, que em principio tão bem nos conhecem e só querem que sejamos felizes... são essas por isso mesmo que nos causam mais dor.

Hoje depois do que te contei ter passado e de tantos outros exemplos ainda hoje me custa ouvir de quem eu mais gosto coisas que me magoam tanto e que mostram um total desconhecimento da minha pessoa, da minha alma da pessoa que sou. Mas hoje eu penso... as pessoas dão o melhor de si... dão mesmo.... e sem duvida muitas vezes não estão à altura da tua expectativa em relação a elas... alias amor, quanto menos expectativas tiveres mais feliz serás.... acredita!
Mas voltando...  as pessoas dão o que têm... dão o espelho das suas vidas, dos seus problemas, das suas falhas, dão as suas próprias inseguranças, as suas fraquezas, os seus medos... dão o que têm.... só isso.

Hoje interpreto o que o meu pai fez por desatenção, por ignorância, por falta de coragem dele de tomar a mesma atitude que eu.... nunca falta de amor por mim. Nunca.
Hoje interpreto a atitude da minha amiga como um pedido de ajuda para eu lhe dar as razões que ela dentro dela não conseguia encontrar sozinha para não abortar para fazer valer a vida... nunca falta de amizade por mim. Nunca.


Mas as más noticias são que ainda hoje e sempre que alguém que é importante para mim... alguém que eu amo, alguém que eu admiro, alguém que eu queria que me conhecesse, que me apoiasse que eu procuro À procura de ajuda colo conforto... me responde como se não me conhecesse como se eu não fosse uma pessoa que tanto dou de mim.... ainda hoje choro.... e choro muito e fico destroçada e ainda hoje pergunto "caramba logo tu que eu amo tanto, não me conheces? não conheces as minhas razoes? as minhas dores? o meu coração?"

E depois penso.... da próxima não cries expectativas. As pessoas dão o que têm.


Mas crio sempre e sofro sempre mas depois .... passa. Sempre.


Amo-te muito



Tua mãe


Nenhum comentário:

Postar um comentário