Pular para o conteúdo principal

177 - O amor é maravilhoso, difícil, fodido .... o amor é o quê mesmo?

Meu muito amado filho Estêvão
Hoje gostava de te explicar um pouco melhor que amor é este que aqui te falo.
É talvez o assunto mais falado do universo humano, filósofos, poetas, escritores, pintores, compositores, músicos todos se perderam com a temática o que é o amor.
Por isso podes imaginar que não sou ninguém para te falar sobre isso mas mesmo assim quero muito falar-te sobre o amor que aqui te venho e virei a falar.
Começo-te por dizer que o amor que aqui te falo não tem nada a ver com possuir, com ter, com poder. O amor que aqui te falo não tem nada a ver com amo-te se fores assim ou se fizeres assado, o amor que aqui te falo não tem condições, o amor que aqui te falo não é mais ou menos ou menor ou maior, o amor que aqui te falo não tem medida é imenso infinito, eterno e sem medida. O amor que eu te falo vem do encontro de almas, não vem de sexo (sexo é optimo mas não é amor), não vem de querer bem isso é talvez amizade, não vem de desejar, isso é atração (que é optima mas não é amor). O amor que eu te falo nada pede, nada quer, tudo dá. O amor que aqui te falo não culpa, não magoa, não desilude, isso são as pessoas e o que pensamos delas e o que desejávamos que elas tivessem feito e não fazem. O amor não se esquece nem desaparece, só há um caminho do amor que é crescer. O amor não é carinho, não são beijos e abraços, embora estes possam em algumas circunstancias ser manifestações maravilhosas de amor, o amor continua mesmo sem possibilidade de beijar. O amor não se compadece com sofrimento, não o causa, o amor não se compadece com mentir com enganar, não o faz. O amor nada tem a ver com discutir porque o amor conhece, aceita, integra, espera, e acompanha. Amor não tem nada a ver com o corpo, com mamas e rabos e olhos e pés, o amor não vê rugas ou celulite isso é atração física. Amor vê coração, amor vê alma, amor vê caminho, amor vê conhecimento, amor vê fazer bem, estar bem, dar-se mas isso não passa com o tempo, nem acaba mais.

“O Amor é incondicional... Como tal, Não tem condições! Assim, quando sofres nunca poderá ser por sentires Amor, pois esse não espera nada. Sofres por o comportamento dos outros não corresponder ao que esperavas ou por já não estarem perto de ti. Sofres pelas expetativas defraudadas ou pelas saudades. Não pelo Amor! Esse apenas te faz flutuar e voar, nunca sofrer. Esse apenas cria, nada destrói. Esse apenas te ilumina, não escurece. Esse apenas é. E não pode não ser.”
By: Pedro Vieira

Agora é que complicou não é Estêvão? Afinal disse-te o que não era o amor mas não te disse o que era o amor!!?!
Tu não escolhes quem amas, alias se escolhesses provavelmente escolherias outro objecto do teu amor.
O amor é um sentimento que sentiras se tiveres muita sorte na vida. O amor não é como a fome que todos um dia mais tarde ou mais cedo sentem. Nem todos querem sentir amor, nem todos podem sentir amor e nem todos conseguem sentir amor.
Amor não tem nada a ver com namorar, casar ou só ir estando.
Para amar tens de deixar de ter medo. O medo de perder o controlo da situação, o medo de seres ridículo, o medo de sofrer, tens de deixar de seres só tu, tens de deixar o sol arremessar-te contra a parede do quarto se queres sentir amor. Amor é deixares de conhecer as regras, é passares a ser um perdido, e perdidamente acreditares que esse é o único caminho.
Por isso é que nem todos podem e conseguem amar, há pessoas que as suas próprias vidas e vivências não lhes permitem deixar o amor crescer a semente crescer.
O amor é como uma semente de dente-de-leão, andam a voar por todo o lado e podem cair no chão e ficar, e devagar mas de um modo seguro vão crescendo vão pondo suas raízes e crescendo e o amor cresce, ou podem encontrar um quintal de uma pessoa que o varre a toda a hora e a semente não consegue crescer nem dar frutos porque é empurrada para a sombra.
O amor é como um embrião. Um óvulo e um espermatozoide juntos dão um embrião, este divide-se, divide-se e fixa-se no útero onde dará origem a um ser que em 30 anos pode ir a lua pode cozinhar o mais fantástico bolo ou escrever o mais maravilhoso texto… ou pode ser arrancado por um qualquer instrumento cirúrgico e não passará jamais de um monte de células que se juntaram e se dividiram e que tinham potencial e alguém acabou com ele antes de ele poder crescer.
Muitas vezes na tua vida vais ouvir dizer que os homens são uns idiotas, mentirosos, infantis, egoístas, sem capacidade de assumir compromissos, são uns traidores e demais adjectivos. Vai ouvir que as mulheres são ciumentas, possessivas, que são complicadas, neuróticas, que se metem nas amizades dos homens, que gastam muito dinheiro, que só pensam em compras, que só pensam nelas, que só pensam nos filhos, que não sabem o que querem, que falam baixo, que falam alto e sei la que mais adjectivos.
Nem vou perder aqui um minuto a falar te sobre estas conversas que reduzem as pessoas individuais a caracterizações de grupo, cada pessoa é o que é tem milhões de defeitos e outras tantas qualidades. Haverá com toda a certeza homens que mentem como há os que não mentem, haverá sem dúvida mulheres que são possessivas e aquelas que simplesmente não o são.
Todas as características que as pessoas alvo do nosso amor tenham podem ser benéficas ou não dependendo da situação particular da vida… e por isso mesmo podem magoar-nos ou não… mas isso nada tem a ver com amor.
Tem a ver com uma imagem com uma ambição que tínhamos para a atitude da pessoa que não cumpriu com o que nos pensávamos e isso sim magoa… mas isso não é amor.
O amor perdoa. Sem ser pateta. O amor perdoa. Sem ser preciso sequer pedir desculpa.

Agora complicou mais não foi meu filho. Agora fui ao ego. Agora fui a um sitio que não devia ter ido que é ao “cá me fazes cá te pago”… isso não é amor. Tu não és menor por perdoares… nem maior por sinal. Simplesmente amas e não te prendes com banalidades. E atenção perdoar não é esquecer. É simplesmente não deixar que atitudes, comportamentos afectem o meu amor, o meu comportamento, o meu pensamento, a minha vida. Dificil? Sim complicadíssimo.

O amor que te falo aqui é amor a pessoas, não a causas. Isso ficará para outro dia. Mas este amor é amor a pessoas. Venham de onde venham sejam quem sejam vivas ou mortas, perto ou longe.

E quando tu amas e não és amado de volta? Isso não é um problema. O amor não é como sexo. No sexo (no bom sexo) tu dás o que recebes, ai é imediato, é dois, é dar e receber. Isso não é assim no amor.
O teu amor pode encontrar amor no objecto do amor e isso é uma perola rara que jamais deve ser deixada perder e essa é a circunstância mais feliz que qualquer ser humano pode sentir.
E aqui não há eu amo-te mais que tu me amas a mim. O amor não tem medida lembra-te.
O amor pode encontrar alguém que não nos ama. Mas isso não diminui o teu amor. O teu amor é o teu amor. O teu amor também não vai provocar amor no outro (jamais penses assim, isso levar-te-ia a grande dor) o teu amor é gerador de felicidade em ti, é de ti para alguém e é maravilhoso por isso mesmo. O teu amor é teu para dar e dos outros para o acolherem. Quem é alvo do amor não o pediu não o pode aceitar ou recusar, só pode ficar imerso nele.
Mas essa imersão não significa nunca que te ame ou te passe a amar. Isso não acontece e pensar que o nosso amor muda o amor dos outros é a mesma coisa que pensares que um bebe pode comandar o amor que os pais sentem por ele. Não pode.
E da mesma maneira que hoje te deixas amar profundamente por mim e por todos os que te amam. Na tua vida quando te amarem deixa que o façam, não afastes a pessoa e o seu amor por medo dele mesmo, não procures porquês e como no amor que te têm… recebe de alma, de coração aberto o amor que te têm. Deixa-te emergir nesse amor.

"... E de novo acredito que nada do que é importante se perde verdadeiramente.
Apenas nos iludimos, julgando ser donos das coisas, dos instantes e dos outros.
Comigo caminham todos os mortos que amei, todos os amigos que se afastaram, todos os dias felizes que se apagaram.
Não perdi nada, apenas a ilusão de que tudo podia ser meu para sempre."
in Equador, de Miguel Sousa Tavares

Amo-te. Sempre te amarei.




Tua mãe

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

69 - Os cães ladram e a caravana passa

Amado filho
Os “cães ladram e a caravana passa” é um proverbio árabe muito usado ainda hoje e que simboliza ainda muito do nosso comportamento humano.
Observa a maravilha de contradição existente no meio da afirmação. O estacionário e o evolutivo. Sabe-se que seguir adiante é da constituição das caravanas (e das pessoas), tal qual ladrar é da constituição dos cães. Aliás, os cães apenas ladram para avisar a seus donos a aproximação de algo que não faz parte de seu habitat convencional, ou quando desejam fazer festa para algum conhecido. Também é da sua constituição manterem-se próximos aos locais onde vivem, como se fossem limitados por um círculo invisível. No primeiro caso, não importa que a caravana tenha boas notícias, nem remédios importantes, basta que não seja daquele local. No segundo, o latido é diferente, mas é latido. Mas se ambos agem de acordo com suas constituições o que há de excecional na expressão? Exatamente o sentido de um permanecer estacionado e do outro seguir semp…

527 - Uma carta de despedida de um filho a uma mãe

Meu muito amado filho Estêvão

Hoje partilho contigo uma carta de um filho que acabou de perder a sua mãe.


Hoje, perdi a mulher mais importante da minha vida. Ainda de manhã te dei um beijo. Foi o último correspondido. Agora já não vou voltar a chegar a casa e ver-te. Vai ser um vazio que nunca será preenchido, mas que fará parte de mim até ao fim dos meus dias.  Educaste-me de uma maneira que nunca pensei que fosse possível. Nunca me faltou nada e trabalhaste dia e noite para que assim fosse. Só posso dar graças a todos os sacrifícios que fizeste, a todas as birras que aturaste, a todos os meus caprichos que atendeste, a todo o carinho que tu me deste, sei que a minha vida inteira não chegará para te agradecer o suficiente, mas vou tentar. Vais-te orgulhar no homem em que me tornei, me estou a tornar e me irei tornar. Vou viver a minha vida sabendo que agora tenho mais um anjo a olhar por mim, mais uma estrela a guiar-me. Vou fazer a minha vida como a sonhei, vou viver os meus sonhos por…

74 - Regras de vida minimalista

Amado filho
Deixo-te algumas regras de minimalismo... viver de um modo simples....

Querido filho deixo-te de seguida uns ensinamentos de alguem que sabe muito mais que eu... retirado de http://busywomanstripycat.blogspot.pt/

1. Reduza a tralha 2. Use o sistema de destralhamento do Dave 3. Use o speed cleaning para limpar a casa 4. Corte em metade o tempo que passa no supermercado 5. Compre em grandes quantidades 6. Plante um jardim 7. Faça todos os seus recados no mesmo sítio 8. Corte o tempo que passa a tratar da roupa em metade 9. Não compre roupas que precisam de ser limpas a seco 10. Deixe os sapatos à porta 11. Use tapetes com padrões 12. Use tabuleiros para a comida 13. Mantenha as plantas lá fora 14. Substitua a relva por relva artificial 15. Ou, pelo menos, simplifique a manutenção da relva 16. Animais de estimação simples 17. Mudanças simples 18. Reciclagem simples 19. Mude-se para uma casa mais pequena 20. Guie um carro simples 21. Venda a porcaria do barco 22. Construa um guarda-roupa simples 23. …