Pular para o conteúdo principal

1 - No inicio tem de ser sempre... Muito e muito mas muito mesmo Obrigada!


Lisboa, 9 de Abril de 2012
2ª feira a seguir ao Domingo de Pascoa
Hoje tens 9 meses e 13 dias.

Estêvão, amo-te. Amo-te exatamente como és. Amo-te porque existes.
Pronto podia acabar aqui as coisas que te quero dizer, porque o meu amor por ti é na verdade a única mensagem que quero que lembres até ao último dia da tua vida.
Amo-te. Amo-te.
Obrigada, meu filho por me teres escolhido para tua mãe. Muito e muito obrigada por teres escolhido esta família para ser a TUA família.
Muito obrigada por me dares o privilégio de te conhecer de te ver crescer.
Muito obrigada por seres como és. Muito e muito obrigada pela tua vida.
E já agora quero pedir-te muitas desculpas por sei que vão haver milhões de momentos na nossa vida em que não vou estar ao nível que esperavas de mim. Vão haver milhões de momentos em que vais achar que eu não sou a mãe que tu querias ter, mas mesmo nesses momentos todos tem só esta certeza: eu amo-te e só quero na vida uma coisa, que tu sejas profundamente e completamente feliz. Quero que cumpras tudo o que Deus quer para ti e que o faças sempre no caminho do AMOR.
A tua vida ainda é curta para tudo o que vais ver e viver. Tens à tua frente anos e anos mas queria que caminhasses sempre com esta certeza: eu sou tua mãe amo-te mais do que a mim e sei, que embora vá tentar ser a melhor mãe do mundo, vou fazer muitos erros na tua educação neste caminho que vamos os dois trilhar mas em todos esses erros, em todos os momentos certos, em todos os momentos mais ou menos só uma força me move - o teu bem, a tua mais profunda e completa felicidade, o mais profundo e completo desejo que te realizes como pessoa, como homem, como cristão, como ser iluminado que és.
Antes. Muito antes de existires eu já te desejava. Todas as minhas células de todo o meu ser. Desejava como a terra deseja a chuva que cai, como as plantas desejam a luz do sol como os peixes desejam o mar. Desejava-te como se nunca tivesse respirado, como se a minha vida nem existisse antes do dia em que soube que estava gravida de ti.
Tu foste feito do mais profundo amor por mim e pelo teu pai no dia 12 de outubro de 2011, e no dia 26 de outubro logo pela manha eu fui ao analista confirmar aquilo que a minha alma já tinha a certeza… tu vinhas a caminho! Oh dia bom esse! Lembro-me de tudo, tudo tudo com uma clareza cristalina. Desse dia para a frente todos os meus dias começam com um profundo agradecimento a Deus e a Ti pela tua vida. Muito obrigada!
No dia 8 de novembro de 2011 foi o dia em que te vi pela primeira vez na vida…. E já eras lindo tão lindo que sempre que penso nisso choro. Ouvi e teu coração e foi tão real que parei de respirar maravilhada. Amei-te mais ainda nesse dia.
Dia 2 de dezembro conversamos pela primeira vez em sonhos. Disseste que te chamavas Estêvão e que tinhas medo do frio e que o teu avó Francisco me mandava um beijo.
Nessa manha chorei tanto. Mas amei te mais ainda e disse a toda a gente o teu nome.
Ontem fez 2 anos que o teu avó Francisco faleceu por isso eu decidi que hoje começava a escrever-te estes recados.
Foste segunda melhor coisa que o teu avó Francisco me deu. A primeira foi a minha vida que começou a valer a pena pela tua vida. O teu avó Francisco era um homem diferente mas muito especial à maneira dele. Muito especial mesmo e que mesmo de um modo complicado e difícil e que tantas vezes me pareceu estranho me amou e me ajudou muito. Vamos falar sobre ele muitas vezes na tua vida.
Vamos falar sobre família muitas vezes. Sobre ter antepassados, sobre as histórias deles e o que eles nos trouxeram.
Hoje por exemplo dia 9 de Abril comemora-se o dia da Batalha de La Lys que aconteceu em 1918 na Flandres e onde o teu tetra-avó combateu. Foi um homem honrado e muito corajoso e também falaremos disso ao longo da vida. Neste dia sempre o lembro, sempre o tenho nas minhas orações. Faz isso também. Ele voltou de lá mas há quem lá tenha ficado e ele ia gostar que tu te lembrasses dele.
Durante o tempo em que vivias na minha barriga uma médica disse a mim e ao teu pai que nascerias com um problema grave no pé. Confesso-te que perdi a esperança e por momentos fui fraca e não acreditei em ti e no poder que tens como ser tão fantástico e luminoso. E por isso desculpa. Mas preparei-me para te ajudar a andar deste lado de cá.
Foi maravilhoso sentir-me mexer dentro de mim, sentir-te só meu ainda. Crescias em graça e em virtude e eras só visível para mim. Conversávamos em sonhos e fui te conhecendo e te amando.
Nos dia 27 de junho o mundo inteiro pode ver-te. Mostraste-te e eu chorei. És e eras na altura a criança mais maravilhosa que algum dia tinha visto. Quando te pude abraçar senti o teu coração no meu chorei e choro cada dia que me lembro desse dia e vou chorar sempre. Nesse dia nasci também. Nasci para um mundo onde tu existes. Antes nada havia.
Lembro-me que na noite em que nasceste foi a noite em que decidi que te ia escrever estas notas. 
Foi também a primeira noite em que fiquei toda a noite acordada a olhar para ti a te adorar. 
Nessa noite tive a certeza que tenho ainda hoje - quem tem filhos dá-os ao mundo. Recebe de Deus uma dadiva, um privilégio e dá-o ao mundo. Recebe em confiança uma alma para ajudar a crescer para ajudar a caminhar e perde-se em amor. 
Nessa noite tive a certeza mais profunda mais certa de toda a minha vida - nunca houve neste planeta ninguém mais amado que tu. Amo-te!
Nessa noite de insónia tive também a certeza que tu vais fazer o teu caminho, o TEU caminho e eu só cá estou para ajudar no que me deixares no que quiseres que faça por ti. Nessa noite disse e digo agora com a mesma confiança “Faça-se em mim conforme a Vossa vontade”.
Estas notas que aqui te vou deixar são isso mesmo; notas que ficarão para registo das impressões que o mundo nos for dando.
Termino este como comecei.
Amo-te profundamente exatamente como és. Muito obrigada por seres como és. E acima de tudo obrigada pela confiança…. Vou tentar corresponder à Tua (Tua e Dele) confiança.
Da tua mãe

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

69 - Os cães ladram e a caravana passa

Amado filho
Os “cães ladram e a caravana passa” é um proverbio árabe muito usado ainda hoje e que simboliza ainda muito do nosso comportamento humano.
Observa a maravilha de contradição existente no meio da afirmação. O estacionário e o evolutivo. Sabe-se que seguir adiante é da constituição das caravanas (e das pessoas), tal qual ladrar é da constituição dos cães. Aliás, os cães apenas ladram para avisar a seus donos a aproximação de algo que não faz parte de seu habitat convencional, ou quando desejam fazer festa para algum conhecido. Também é da sua constituição manterem-se próximos aos locais onde vivem, como se fossem limitados por um círculo invisível. No primeiro caso, não importa que a caravana tenha boas notícias, nem remédios importantes, basta que não seja daquele local. No segundo, o latido é diferente, mas é latido. Mas se ambos agem de acordo com suas constituições o que há de excecional na expressão? Exatamente o sentido de um permanecer estacionado e do outro seguir semp…

527 - Uma carta de despedida de um filho a uma mãe

Meu muito amado filho Estêvão

Hoje partilho contigo uma carta de um filho que acabou de perder a sua mãe.


Hoje, perdi a mulher mais importante da minha vida. Ainda de manhã te dei um beijo. Foi o último correspondido. Agora já não vou voltar a chegar a casa e ver-te. Vai ser um vazio que nunca será preenchido, mas que fará parte de mim até ao fim dos meus dias.  Educaste-me de uma maneira que nunca pensei que fosse possível. Nunca me faltou nada e trabalhaste dia e noite para que assim fosse. Só posso dar graças a todos os sacrifícios que fizeste, a todas as birras que aturaste, a todos os meus caprichos que atendeste, a todo o carinho que tu me deste, sei que a minha vida inteira não chegará para te agradecer o suficiente, mas vou tentar. Vais-te orgulhar no homem em que me tornei, me estou a tornar e me irei tornar. Vou viver a minha vida sabendo que agora tenho mais um anjo a olhar por mim, mais uma estrela a guiar-me. Vou fazer a minha vida como a sonhei, vou viver os meus sonhos por…

74 - Regras de vida minimalista

Amado filho
Deixo-te algumas regras de minimalismo... viver de um modo simples....

Querido filho deixo-te de seguida uns ensinamentos de alguem que sabe muito mais que eu... retirado de http://busywomanstripycat.blogspot.pt/

1. Reduza a tralha 2. Use o sistema de destralhamento do Dave 3. Use o speed cleaning para limpar a casa 4. Corte em metade o tempo que passa no supermercado 5. Compre em grandes quantidades 6. Plante um jardim 7. Faça todos os seus recados no mesmo sítio 8. Corte o tempo que passa a tratar da roupa em metade 9. Não compre roupas que precisam de ser limpas a seco 10. Deixe os sapatos à porta 11. Use tapetes com padrões 12. Use tabuleiros para a comida 13. Mantenha as plantas lá fora 14. Substitua a relva por relva artificial 15. Ou, pelo menos, simplifique a manutenção da relva 16. Animais de estimação simples 17. Mudanças simples 18. Reciclagem simples 19. Mude-se para uma casa mais pequena 20. Guie um carro simples 21. Venda a porcaria do barco 22. Construa um guarda-roupa simples 23. …